A Queima das Fitas 2014 começa dia 9 de maio com a cantora brasileira Daniela Mercury, que veio em 2010, tendo no dia 10 o estreante Afrojack, dj holandês ligado à música eletrónica.

Já no 11 de maio, dia de Cortejo da Queima das Fitas, Quim Barreiros volta ao palco deste evento, assim como os Mind da Gap, que tinham marcado presença em 2011, e que atuam este ano na segunda-feira, o mesmo dia em que a rapper Capicua, que se estreia no Parque da Canção.

Nelson Freitas, músico ligado ao kizomba, faz o seu primeiro concerto na Queima das Fitas a 13 de maio, dia que termina com o dj Diego Miranda, outro dos repetentes, divulgou Cátia Gouveia, responsável pela Produção da Queima das Fitas, durante a apresentação do cartaz que decorreu hoje de manhã no Forum Coimbra.

No dia 14, o grupo de rock português Xutos e Pontapés é mais uma vez cabeça de cartaz no evento e o duo belga 2manydjs, composto por David e Stephen Dewaele, faz a sua primeira aparição em Coimbra, tendo já estado em Portugal em 2013, num festival de verão.

A 15, Legendary Tiger Man, nome artístico de Paulo Furtado, natural de Coimbra, e o grupo Buraka Som Sistema, que mistura kuduro com eletrónica, regressam à Queima das Fitas de Coimbra. O palco principal encerra com a atuação do duo australiano Knife Party, membros da banda de drum and bass Pendulum.

Nos primeiros quatro dias da Queima das Fitas, haverá também o Palco RUC (Rádio Universidade de Coimbra), que traz na primeira noite, 09 de maio, Kode9, alter-ego do escocês Steve Goodman, fundador da editora Hyperdub, e Sequin, nome artístico de Ana Miró.

No dia 10, marcam presença as bandas nacionais de rock 10 000 russos e Killimanjaro, atuando no dia 11 o americano residente em Berlim Hush Hush e Sano, "promessa do house colombiano", referiu Guilherme Queiroz, presidente da RUC, durante a apresentação.

O Palco RUC encerra no dia 12 com hip-hop, com o nome nacional Allen Halloween e com o artista norte-americano Mykki Blanco, que atualmente está a realizar uma residência artística em Lisboa.

André Gomes, secretário-geral da Queima das Fitas, considerou que a divulgação do cartaz a uma semana do seu início apenas "tem uma influência positiva, pois cria ansiedade nas pessoas", acrescentando que até ao momento foram vendidos três mil bilhetes gerais a um preço mais baixo.

O preço do bilhete geral será de 49 euros, aumentando para 55 com a inclusão do Chá Dançante e da Garraiada.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.