Na madrugada de sábado para domingo decorre a Monumental Serenata, na Avenida dos Aliados, e as ‘Noites da Queima’ arrancam com os portugueses Virar da Squina e The Bloody Beetroots Live, o projeto do italiano Sir Bob Cornelius Rifo, que vem ao Porto com três elementos de apoio, num concerto integrado na “Chaos & Confusion Tour”, adiantou fonte académica.

Durante a manhã de domingo decorre na avenida dos Aliados a Missa de Bênção das Pastas e, às 21:00, na Aula Magna da Universidade Portucalense, decorre o XVII Encontro de Coros da Academia do Porto (ECAP). No Queimódromo, Miguel Araújo e Pedro Abrunhosa & Comité Caviar são os convidados da noite.

A primeira das ‘Noites da Queima’ marca o aniversário da morte de Marlon Correia, estudante que foi baleado no recinto do evento em 2013. É algo que, segundo o presidente da FAP, Ruben Alves, “não vai cair em esquecimento”, com um minuto de silêncio planeado para as 01:00, embora a FAP “esteja a pensar numa outra forma” de marcar o acontecimento, ainda em preparação.

Na segunda-feira, dia 5, as ‘Noites da Queima’ recebem os portugueses Souls of Fire e Alborosie, nome de palco do italiano Alberto D’Ascola, numa noite dedicada ao reggae, um estilo que a FAP procurou “reintroduzir”.

Terça-feira, 6 de maio, é o dia do Cortejo Académico, que percorre a baixa do Porto e termina em frente à Câmara Municipal, com concertos de Hi-Fi e Quim Barreiros marcados para o Queimódromo.

O XXVII Festival Ibérico de Tunas Académicas (FITA), no Coliseu do Porto, antecede as atuações dos DJs holandeses John Christian e Nicky Romero na quarta-feira, dia 7.

O Teatro Sá da Bandeira recebe o Sarau Cultural na quinta-feira, dia 8, antes dos concertos de Fitacola e Xutos & Pontapés no Queimódromo.

Sexta-feira, dia 9, atuam no Queimódromo o grupo português Mind da Gap e o rapper brasileiro Marcelo D2, num dia dedicado ao hip-hop em que também vai decorrer o Baile de Gala.

O sábado inclui um ‘rally paper’, com partida e chegada no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), além do Chá Dançante. A última das ‘Noites da Queima’ fica a cargo de artistas portugueses, Linda Martini e Clã, que encerram o certame com um concerto que serve para apresentar o novo álbum, “Corrente”.

A Praça de Touros da Póvoa de Varzim recebe a Garraiada, no domingo, dia 11, um evento que tem suscitado, ao longo dos anos, muita polémica.

“A Garraiada nem dentro da própria Assembleia Geral da FAP é consensual”, explicou à Lusa Ruben Alves, referindo que o assunto foi “especificamente discutido e votado”, com a maioria a votar a favor da realização do evento.

O presidente da FAP disse que o objetivo da FAP é “proporcionar o melhor evento possível aos estudantes da academia do Porto”, sendo que o evento é, para alguns, “o culminar de um percurso”, enquanto para os novos alunos é “uma vivência completamente diferente”.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.