No ano em que a música portuguesa passou a ser incluída nos prestigiados prémios internacionais, foi Tony Carreira a conquistar o galardão, tornando-se, assim, o primeiro português a ser distinguido com um World Music Award.

No final da cerimónia, decorrida na passada terça feira, no Mónaco, e por onde passaram nomes como Miley Cyrus, Leona Lewis, Laura Pausini ou Mariah Carey, entre outros, Tony Carreira afirmou sentir-se “muito lisonjeados pela distinção, mas, principalmente, por poder representar o país e a música que se faz em Portugal, ao lado de tantos artistas de renome mundial”.

Os World Music Awards têm como propósito distinguir o que de melhor se faz na indústria da música por todo o mundo, tendo como principais diretrizes a popularidade e relevância de vendas dos diferentes trabalhos e artistas. Os prémios, criados em 1989, são uma iniciativa do Príncipe do Mónaco, Alberto II, em parceria com a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI). Os prémios envolvem 180 países, com os lucros da iniciativa a reverterem a favor da Monaco Aide and Presence Foundation, ONG que presta assistência a áreas subdesenvolvidas um pouco por todo o mundo.

Ao longo dos seus 25 anos dedicados à música, Tony Carreira editou 22 álbuns, tendo acumulado vendas superiores a três milhões de unidades. Nos últimos anos, todos os seus álbuns têm entrado diretamente para o primeiro lugar do Top Nacional de vendas, mantendo a liderança por inúmeras semanas consecutivas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.