O disco "Antwerpen", de Surma (Débora Umbelino), era o único álbum português candidato ao prémio, numa lista de 22 nomeados, que também integrava os britânicos King Krule e os The xx, que já venceram o galardão, entre um conjunto de candidatos de 19 países.

O projeto Surma, de Débora Umbelino, é "um dos brilhantes recém-chegados" à música europeia, descreveu a IMPALA, quando anunciou os finalistas. Lançado em Portugal em outubro de 2017, pela Omnichord Records, "Antwerpen" chegou este mês à Alemanha, Áustria e Suíça.

No início de 2018, Surma atuou no festival Eurosonic, na Holanda, e esteve este mês no festival South By Southwest, em Austin, no Texas, EUA. Até ao final de maio, Surma tem mais de 30 datas agendadas para concertos na Polónia, Alemanha, Suíça, Itália e Portugal.

Em 2017, os portugueses First Breath After Coma foram candidatos ao prémio, que a Omnichord Records recebeu em 2016, como "Young label spotlight".

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.