Álvaro Covões, diretor da promotora Everything is New, responsável pelo NOS Alive, comentou nas redes sociais as medidas do novo estado de emergência.

"Por força do novo estado de emergência só nos é possível trabalhar três dias por semana, o que significa o adiamento de muitos espetáculos", lembrou. "A falta de apoios ao setor é gritante. Artistas, técnicos, autores, profissionais dos espetáculos, agentes, promotores, produtores, salas privadas, empresas do setor são ignorados e esquecidos pelo ministério que os deveria tutelar", frisou.

"Não tem quadro legal para nos apoiar diz-nos a senhora ministra da Cultura. Não pode mudar uma política que tem 40 anos. Talvez o 25 Abril não tenha ainda chegado à Cultura e com a pandemia caiu o pano. Caiu o pano sobre a Cultura", rematou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.