Aretha Franklin foi considerada a maior cantora de todos os tempos pela revista Rolling Stone e, pela mesma revista, a nona maior artista da música de sempre. Entre os seus maiores sucessos estão "(You Make Me Feel Like) A Natural Woman" (1968), "Day Dreaming" (1972), "Jump to It" (1982), "Freeway of Love" (1985) e "A Rose Is Still A Rose," (1998).

Recorde 25 canções da rainha do soul

O álbum de Aretha de 1972 “Amazing Grace” é um dos álbuns gospel mais vendidos de sempre, com 2 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

Apesar da sua carreira de sucesso se estender por décadas, apenas dois singles estiveram no primeiro lugar do top da Billboard: "Respect", de 1960, e "I Knew You Were Waiting (For Me)", o dueto que fez com George Michael. Mas outros entraram na lista dos 20 mais vendidos, como "Think", "I Say a Little Prayer", "Until You Come Back to Me", "Chain of Fools", "(Sweet, Sweet Baby) Since You've Been Gone", "Call Me", "Ain't No Way", "Don't Play That Song (for me)" ou "Freeway of Love".

O seu último álbum, "A Brand New Me", foi lançado em 2017 e logo de seguida anunciou que se iria retirar do mundo do espetáculo.

Aretha foi a primeira mulher a fazer parte do Rock & Roll Hall of Fame a 3 de janeiro de 1987. Em 1979 já tinha recebido uma estrela no Passeio da Fama.

É a segunda cantora com mais Grammys de todos os tempos, atrás apenas de Alison Krauss. Aretha tem dezoito prémios competitivos e três honorários.

Para lá da carreira musical, Aretha tornou-se também numa das vozes mais relevantes da América Negra e um símbolo da igualdade racial. Em 2005, Aretha Franklin recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade - a maior condecoração para um civil americano - das mãos do então presidente George W. Bush.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.