Intitulada "Heroínas, Pássaros e Monstros”, a exposição inclui a nova série de fotografias, na qual a artista regista as personagens da trilogia de vídeos "Um mundo de ilusões”, e a parte final da trilogia "Ilusões. Vol. III, Antígona" (2019), uma instalação em vídeo que é exibida pela primeira vez na Internet.

Segundo a galeria, com espaços na África do Sul e Reino Unido, a exposição "é uma continuação do questionar urgente da artista sobre as estruturas de poder implícitas na escrita da história”.

A exposição faz parte de um novo portal com exposições originais cada duas semanas, organizadas a pensar na experiência digital, incluindo excertos em áudio e vídeo dos artistas e programadores.

"Nestes tempos sem precedentes, nunca foi tão necessário e tão carregado de potencial o poder das inovações digitais para superar as restrições físicas e aproximar-nos da arte”, explica a galeria, numa referência às restrições ao funcionamento de espaços públicos impostas devido à pandemia COVID-19.

Nascida em Lisboa, com raízes em São Tomé e Príncipe e Angola, Grada Kilomba tem vindo a pesquisar as ideias de género, raça, trauma e memória, no âmbito das problemáticas atuais sobre o colonialismo e pós-colonialismo, no início do século XXI.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.