Uma atriz norueguesa afirmou na quarta-feira (25) ter sido violada pelo poderoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein em Londres em 2008, mas não decidiu ainda se apresentará queixa.

Natassia Malthe, 43 anos, contou em conferência de imprensa em Nova Iorque que conheceu o magnata do cinema durante a cerimónia britânica dos prémios BAFTA em fevereiro de 2008.

Algumas horas depois, Weinstein terá aparecido no quarto em que estava hospedada, a bater e a gritar na porta, que ela abriu a medo para evitar um escândalo.

Malthe afirmou que, depois de o ter rejeitado, ele atirou-se a ela e a violou.

A advogada da atriz, Gloria Allred, explicou que a sua cliente "está a estudar as suas opções" sobre a possibilidade de apresentar uma queixa.

Os crimes sexuais não prescrevem no Reino Unido.

A atriz acrescentou que, depois do ocorrido, o empresário entrou em contacto com ela em Los Angeles para lhe oferecer um papel no filme "Nine", da produtora de Harvey Weinstein.

Quando chegou ao Hotel Península de Beverly Hills, no qual estava hospedada, o produtor vestia um roupão, e propôs-lhe um "ménage à trois" com outra mulher que também estava no local, relata a norueguesa.

No início de outubro, cerca de 50 mulheres acusaram publicamente o famoso produtor de assédio, agressão sexual e violação, mas nenhum testemunho permitiu a abertura de uma investigação sobre o caso até agora pois a maioria dos casos já prescreveram.

O produtor pediu demissão do seu cargo na The Weinstein Company, mas nega todas as acusações.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.