Carlos Costa foi um dos concorrentes do "Eurofest", concurso onde é escolhido o representante da Bielorrússia para o Festival Eurovisão da Canção 2019, que este ano se realiza em Israel. O cantor português não conseguiu carimbar uma passagem à final do "Eurofest" - a fase final do concurso conta apenas com 10 concorrentes.

Em entrevista à revista Sábado, o músico frisou que não ficou triste com o resultado. "Não fiquei triste. Sei que não fui selecionado por ser gay e por ter a imagem que tenho", revelou. "A Bielorrússia não é gay friendly. São muito conservadores. Qual é o sentido de não selecionarem o artista favorito do público? É pela minha imagem", acrescentou Carlos Costa, recordado que a sua atuação é a mais vista no Youtube.

"O meu vídeo é o mais visto. Esta música era a que tinha que fazia mais sentido, era muito festivaleira. A minha audição correu medianamente. Era um casting, só com microfone, uns atrás dos outros, não havia teste de som e a minha música dependia muito de coros. Havia outros artistas com performances muito bem preparadas mas toda a gente adorou a minha atuação. A minha entrevista abriu o telejornal ontem cá", contou o músico à revista Sábado.

Este ano, o concurso contou com a participação de 113 canções. O canal da Bielorrússia permite participantes de diferentes nacionalidades - este ano, concorrem artistas de 16 países diferentes (Bielorrússia, Rússia, Ucrânia, Cazaquistão, Letónia, Polónia, Roménia, Israel, Suécia, Espanha, Portugal, Itália, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Nigéria).

De acordo com o jornal JM, da Madeira, Carlos Costa atuou esta segunda-feira, dia 4 de fevereiro, na audição ao vivo da BTRC, onde os participantes foram avaliados por um painel de jurados. No final do primeiro casting, foram escolhidos apenas 10 finalistas.

Em 2012, Carlos Costa participou no Festival da Canção, da RTP, tendo conquistado o sexto lugar.

O próximo Festival Eurovisão da Canção vai decorrer em maio de 2019 em Telavive, Israel. A 64.ª edição do concurso decorrerá no Centro Internacional de Convenções em Telavive, com as semifinais agendadas para os dias 14 e 16 de maio e a cerimónia da final do concurso musical a 18 de maio.

Telavive acolherá pela primeira vez o evento e , segundo a organização, foi escolhida num processo no qual eram também candidatas as cidades de Jerusalém e Eilat.

 Israel recebe o Festival Eurovisão da Canção em 2019 depois de ter vencido a edição deste ano, em Lisboa, com o tema "Toy", interpretado por Netta Barzilai.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.