De acordo com o CPS, a exposição comemorativa intitula-se "O Tempo das Imagens III", e espelha uma parte das doações feitas à Biblioteca Nacional a partir de 2014, quando foi assinado um protocolo entre ambos para doar um exemplar de cada uma das edições criadas pelos artistas.

A exposição, aberta até 31 de dezembro, congrega obras de artistas como José de Guimarães, Júlio Pomar, Mário Cesariny, Noronha da Costa, Rui Sanches, Sofia Areal, Cristina Ataíde, Pedro Calapez, entre outros.

O artista Cruzeiro Seixas – que em dezembro fará 100 anos – terá uma sala totalmente dedicada à sua obra.

A mostra é complementada com um conjunto de fotografias do Atelier CPS, da autoria de Duarte Belo.

Nos últimos 35 anos, o CPS criou mais de 3.000 edições de cerca de 600 artistas de 25 nacionalidades, segundo a entidade.

De acordo com o diretor, João Prates, citado numa nota de imprensa, o critério que presidiu à mostra "sintetiza a relevância do protocolo, iniciado em 2014, que estabelece a doação à Biblioteca Nacional de Portugal de um exemplar de cada uma das edições realizadas pelos artistas".

"Do conjunto já doado foram selecionadas 99 obras de 77 artistas, reunidas em distintos núcleos pelos cinco espaços expositivos, num itinerário que testemunha o ecletismo editorial, geracional, estético e técnico do CPS", acrescenta o responsável.

O centro dedica-se à obra gráfica “como expressão do mundo contemporâneo, através da prática criativa, pelos artistas, e das técnicas associadas", desde serigrafia, gravura, litografia, fotografia ou impressão digital.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.