Durante o fim de semana, foram partilhadas várias mensagens na conta de Twitter de Fadi Fawaz. "A única coisa que George queria era morrer. Ele tentou matar-se várias vezes e finalmente conseguiu. Nós amávamo-nos muito e ficávamos juntos quase 24 horas por dia", podia ler-se num dos tweets.

Horas depois, as mensagens partilhadas na conta do companheiro do cantor na rede social foram apagadas. Em comunicado, Fawaz nega a autoria dos tweets, frisando que não se vai preocupar com ataques informáticos.

"É um pouco assustador, para ser sincero. Não fui eu que fiz os posts. Acordei às 11h30 com a notícia", explicou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.