Antonio Banderas está infetado com COVID-19.

Foi o próprio ator espanhol que partilhou a notícia ao início da tarde desta segunda-feira (10), o dia em que faz 60 anos.

"Quero tornar público que hoje, 10 de agosto, me vejo forçado a comemorar o meu 60º aniversário em quarentena depois de ter testado positivo para a doença de COVID-19, causada pelo coronavírus", escreveu no Twitter.

"Gostaria de acrescentar que me encontro relativamente bem, apenas um pouco mais cansado do que o habitual e confiante em recuperar-me o mais rapidamente possível seguindo as indicações médicas que espero que me permitam superar o processo infeccioso de que sofro assim como tantas pessoas à volta do planeta", acrescentou.

"Aproveitarei este isolamento para ler, escrever, descansar e continuar a fazer planos para começar a dar sentido aos meus recém-estreados 60 anos, aos quais chego cheio de força e sonhos", conclui.

Em fevereiro, o ator esteve pela primeira vez na corrida aos Óscares com "Dor e Glória", o sexto filme que fez com Pedro Almodóvar, que o tornou uma estrela de cinema nos anos 1980 com "Matador" (1986) e "Ata-me!" (1989).

A 12 de março, a proliferação da COVID-19 que atingiu Madrid forçou a suspensão da rodagem de "Official Competition", um novo filme de Banderas com Penélope Cruz, dirigido pelos argentinos Mariano Cohn e Gastón Duprat.

Ironicamente, no mesmo dia Tom Hanks, parceiro de Antonio Banderas no filme "Filadélfia" (1993), tornava-se a primeira estrela de cinema a  anunciar que tinha testado positivo para o coronavírus, juntamente com a esposa Rita Wilson, quando estava na Austrália para começar a rodagem de um filme sobre Elvis Presley.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.