Em comunicado, a organização adianta que, após o cancelamento das primeiras datas da sexta edição do festival, “todas as atividades” estão agora “suspensas, tendo em conta o atual estado de emergência”.

“A programação deste ano, que inicialmente estava prevista decorrer entre 13 de março e 30 de maio, em várias salas dos concelhos de Faro, Lagos e Loulé, será apresentada numa outra data, a anunciar”, lê-se na nota.

O festival, que este ano decorria sob o tema "Resgate", previa apresentar, sobretudo, atividades na área da dança contemporânea, entre workshops, espetáculos, mas também encontros e conferências, contando com um ciclo dedicado à coreógrafa alemã Pina Bausch.

O evento deveria ter arrancado em Faro, a 13 de março, com duas versões do bailado "Sagração da Primavera", de Stravinsky, uma do coreógrafo francês Xavier Le Roy e, outra, do espanhol Roger Bernat.

O ciclo Pina Bausch tinha como objetivo homenagear a coreógrafa e bailarina que marcou a dança contemporânea, na segunda metade do século XX, com a recriação de algumas das suas peças mais emblemáticas, e a apresentação de vídeos, em torno das suas obras.

Vera Mantero, Eduardo Fukushima, Bassam Abou Diab, Tabea Martin, Francesca Foscarini, Emanuel Gat e Francisco Camacho são outros dos nomes da dança contemporânea que estavam integrados na programação do festival.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.