Morrissey atua de 2 a 11 de maio no Teatro Lunt-Fontanne de Nova Iorque com um espetáculo anunciado como uma retrospetiva da sua carreira, que incluirá o seu próximo álbum de versões, anunciou o britânico num comunicado.

O novo disco, "California Son", será editado a 24 de maio e contará com releituras de canções dos anos 1960 e 1970.

"Noutro marco numa carreira já histórica, os fãs de longa data de Moz terão uma oportunidade única de ver a estrela a conquistar um novo território e a subir ao palco como nunca antes", pode ler-se no comunicado.

No ano passado, o espetáculo de Bruce Springsteen tornou-se um dos mais cobiçados da Broadway dos últimos tempos, com preços de revenda superiores a 1000 dólares. O concerto terminou em dezembro e está disponível na Netflix.

Morrissey, cujo nome de batismo é Steven Patrick Morrissey, adiou diversas datas de atuações na Europa no verão passado devido a uma controvérsia gerada por comentários feitos por ele numa entrevista publicada no seu site que alguns descreveram como islamofóbicos.

O cantor, que originalmente ficou famoso como líder do grupo The Smiths na década de 1980, manifestou o seu apoio a figuras a direita no Reino Unido. Morrissey também é um forte defensor dos direitos dos animais e recusa a atuar em eventos nos quais se vende ou serve carne.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.