O grupo canadiano lançou esta sexta-feira um novo álbum após quatro anos de hiato. "Everything Now" apresenta um tom introspectivo e com passagens que ficam na cabeça, pontos importantes para uma banda que se tornou lendária pelas suas atuações ao vivo.

No entanto, o álbum é menos consistente do que outras obras mais conceptuais do grupo, como  "The Suburbs", que em 2011 ganhou o Grammy de Álbum do Ano num momento significativo para o rock indie.

"Everything Now", o quinto álbum de estúdio da banda, começa com uma música que confirma a sua habilidade em mesclar influências diversas numa peculiar, porém acessível, música pop.

Thomas Bangalter, da dupla eletrónica francesa Daft Punk, trabalhou como produtor do disco, imprimindo o seu característico som eletrónico retro ao álbum.

O novo disco é o primeiro lançado pela banda por uma grande editora, a Columbia Records. Os Arcade Fire construiram a sua carreira com a Merge, um conhecida editora de música independente da Carolina do Norte comandada por membros dos Superchunk.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.