O fado vai “reinar” durante seis meses em Ponte de Sor, no Alto Alentejo, durante um festival dedicado à canção nacional, que conta com seis espetáculos e um concurso para promover "novas vozes", anunciaram os promotores.

A primeira edição do Festival do Fado do Alto Alentejo é promovida pelo Elétrico Futebol Clube, de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, com o apoio do município.

“A ideia surgiu entre amigos e como o clube é muito eclético, com muitas atividades, resolvemos realizar este festival como forma de captar verbas para combater o passivo" da instituição, disse hoje à agência Lusa o presidente do Elétrico Futebol Clube, José Carlos Lobato.

Segundo o dirigente desportivo, que está a cumprir o seu primeiro mandato (desde 2014), a situação financeira do clube é “ muito complicada”, com uma "dívida grande".

Pelos palcos do Cineteatro de Ponte de Sor e do anfiteatro da zona ribeirinha, espaços escolhidos para acolher o festival, vão passar António Pinto Basto (dia 19 deste mês), Joana Amendoeira (18 de março), José da Câmara (15 de abril), Maria Armanda (20 de maio), Ana Lains (17 de junho) e Custódio Castelo (22 de julho).

A fadista Dora Maria vai ser a “anfitriã” do festival, que conta ainda com a participação, como músicos residentes, de Pedro Amendoeira, na guitarra portuguesa, João Chora, na viola, e Fernando Maia, no baixo.

A iniciativa integra ainda um concurso destinado a promover e incentivar novas vozes, que é dividido em duas categorias: infantojuvenis (até aos 16 anos) e seniores (a partir dos 16 anos).

“Tem existido um bom feedback, as pessoas querem participar também no festival. Nós já temos inscrições de fadistas de várias partes do país, esperamos desta forma que a iniciativa tenha sucesso”, disse.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.