A segunda edição do MUDAS.HOTsummer, começa no dia 09 junho, com o projeto Bossa Livre, e estende até outubro as atividades previstas para todos os fins de semana, todas elas de acesso gratuito, mediante reserva prévia.

Num comunicado da Secretaria Regional de Turismo e Cultura (SRTC), o Museu de Arte Contemporânea da Madeira (MUDAS) arranca, neste sábado, dia 09 de junho, com a sua programação para o verão, através da segunda temporada do MUDAS.HOTsummer.

O primeiro dia abre com música com o projeto Bossa Livre, de Lidiane Duailibi, Nuno Filipe, Norberto Cruz e Jorge Maggiore, num estilo que "resulta de um encontro em jeito de fusão da música popular brasileira com o jazz, a música clássica e com a música eletrónica", concerto que acontece pelas 21:00.

"A programação deste ano aposta na continuidade do projeto iniciado em 2017, tendo por objetivo a fidelização do público e o reforço da abertura do museu à comunidade mas, também, a associação do MUDAS a outras expressões artísticas que enriqueçam e afirmem a sua oferta cultural", diz o documento.

Quanto às atividades previstas elas serão sempre ao fim de semana, "entre os meses de junho a outubro", "todas elas são de acesso gratuito, mediante reserva prévia".

Em junho ainda será possível assistir à apresentação da produção de teatro "Peça para negócio", de Miguel Ribeiro, no dia 30, numa parceria com a companhia Rumo do Fumo.

Para os restantes meses, até outubro, o MUDAS disponibilizará "um conjunto de atividades que incluirão artes performativas, música, cinema, teatro, exposições, masterclasses e oficinas criativas, além das já habituais visitas orientadas às mostras que estão patentes ao público".

De acordo com a SRTC está ainda prevista uma extensão do IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.