Em dois concertos, à tarde e à noite, Joana Sá e Luís José Martins estrearão composições inspiradas no imaginário da oratória sacra "Paixão segundo São João", de Johann Sebastian Bach.

"Das folias como dança e género musical de origem medieval que incorpora a loucura e, ainda, convocando as músicas ritualísticas associadas às festas joaninas, Joana Sá e Luís José Martins trazem, a partir de uma encomenda do Teatro Maria Matos, a curta mas excessiva noite de São João para dentro da nossa sala", afirma o teatro municipal.

Em palco, a pianista e o guitarrista contarão com vários músicos convidados, como Carlos Guerreiro (realejo, sanfona, sopros e percussões), Eduardo Raon (harpa e eletrónica), Pedro Carneiro (percussão), a cantora grega Savina Yannatou, o poeta Nuno Moura e os jovens músicos André Ferreira, Carlota Tavares e Matias Neves (alaúde).

Joana Sá e Luís José Martins têm seguido caminhos paralelos na música instrumental contemporânea portuguesa, e colaborado em projetos como Almost a Song, Power Trio e Turbamulta.

Fechada a temporada de música, o teatro municipal terá ainda programação de teatro e no serviço educativo, mas depois do verão contará com um novo modelo de gestão, arrendado a agentes culturais privados.

O Teatro Maria Matos, um dos equipamentos culturais geridos pela autarquia de Lisboa, recorda que a missão desenvolvida até aqui será continuada no futuro Teatro Luís de Camões (LU.CA), com programação para crianças e jovens, e no Teatro do Bairro Alto (antiga sede do Teatro da Cornucópia), "com projetos emergentes e experimentais no âmbito das artes de palco".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.