Lançado a 1 de junho, "Ye", um percurso introspectivo de sete canções, estreou em primeiro lugar na categoria de referência da Billboard 200, tornando-se no 8º álbum consecutivo de West a consegui-lo.

Apenas os Beatles e Eminem tinham conseguido essa façanha antes.

Até quinta-feira, "Ye" tinha vendido 208 mil cópias - incluindo downloads e streaming -, segundo a Nielsen Music, muito à frente da mais recente produção do rapper Post Malone, ​​"Beerbongs and Bentleys".

Depois de um ano de silêncio, o controverso rapper Kanye West apareceu em abril reafirmando publicamente o seu apoio ao seu "irmão", o presidente republicano Donald Trump.

"Ye", uma mistura de soul e dance que lembra os primeiros tempos do rapper, retrata muitas das polêmicas nas quais o músico se envolveu. As canções abordam a atualidade, mas também os demónios de West.

Todos os seus álbuns, com exceção do primeiro, "The College Dropout" (2004), estiveram na liderança dos tops, assim como "Watch The Throne", feito em colaboração com Jay-Z, em 2011.

Na sexta-feira, West surpreendeu com o seu segundo álbum em pouco mais de uma semana, desta vez com uma proposta mais obscura, no qual aborda as angústias da vida ao lado de Kid Cudi.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.