Antes de começar a conferência de imprensa, na sede do BE, em Lisboa, de apresentação das propostas do Bloco de Esquerda (BE) para o contrato de concessão da RTP, Catarina Martins referiu que se tinha acabado de saber da morte da atriz Maria João Abreu.

“Maria João Abreu era seguramente uma das atrizes mais amadas do nosso país e por boas razões, pela excelente atriz que era e pela extraordinária pessoa de luta solidária também que era”, enalteceu.

A líder do BE aproveitou o momento para enviar as condolências “a toda a família e a todos os amigos”.

“Vai-nos fazer falta com certeza”, lamentou.

A atriz Maria João Abreu morreu hoje, aos 57 anos, noticiou o canal de televisão SIC, onde a atriz trabalhava.

Nascida em Lisboa, a 14 de abril de 1964, Maria João Gonçalves Abreu Soares iniciou a carreira profissional no teatro, mas foi a televisão que lhe granjeou a popularidade, com a produções como “Médico de família”.

No dia 30 de abril, a atriz sentiu-se indisposta durante as gravações da telenovela “A Serra” e desmaiou, tendo sido internada de urgência no Hospital Garcia de Orta, em Almada, com diagnóstico de rotura de aneurisma cerebral.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.