Lang morreu de "uma forma rara de linfoma de Hodkging no hospital Sloan Kettering em Nova Iorque", segundo um comunicado da família divulgado por Michael Pagnotta, um velho amigo do mesmo, relatado na imprensa.

No Twitter, Pagnota, representante do artista e supervisor musical, escreveu: "Lamentamos saber que o ícone lendário de Woodstock e amigo de longa data da família Michael Lang morreu aos 77 anos após uma breve doença. Descanse em paz."

"Ele deixou a mulher Tamara, os filhos Harry e Laszlo e as filhas LariAnn, Shala e Molly", disse o comunicado, publicado pela CNN.

Lang tinha 24 anos quando o festival de música e artes de Woodstock nasceu, em agosto de 1969, na região das montanhas de Catskill no estado de Nova Iorque, uma congregação hippie que se tornou um momento crucial na história da música popular e a consolidação definitiva da contracultura surgida nos anos 1960 nos Estados Unidos.

De 15 de agosto, uma sexta-feira, até à segunda-feira seguinte (18) daquele ano, grupos de rock atuaram durante o festival que reuniu quase meio milhão de pessoas numa quinta perto da cidade de Woodstock, que lhe deu o nome e o tornou mundialmente famoso.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.