Madonna foi uma das estrelas dos MTV Video Music Awards, cuja cerimónia decorrereu esta segunda-feira à noite, dia 20 de agosto, no Radio City Music Hall, em Nova Iorque. A cantora subiu ao palco para entregar o galardão de vídeo do ano a Camilla Cabello e aproveitou a oportunidade para recordar Aretha Franklin, que morreu na passada quinta-feira, dia 16 de agosto, aos 76 anos.

Depois do discurso, vários espectadores criticaram a cantora e acusaram Madonna de se centrar apenas em si, em vez de recordar Aretha Franklin. Na sua conta no Instagram, a rainha da pop respondeu aos comentários, contando que apenas lhe pediram para apresentar o prémio e contar uma "qualquer história engraçada" que a ligasse a Aretha Franklin.

"Partilhei uma parte da minha carreira e agradeci a Aretha por me ter inspirado ao longo da minha caminhada. Não pretendia fazer uma homenagem. Isso seria impossível em dois minutos e com todo o barulho e brilho de um espetáculo de prémios. Nunca poderia fazer-lhe justiça neste contexto ou ambiente", escreveu a artista.

"Infelizmente, a maioria das pessoas tem pouca capacidade de concentração e é muito rápida a julgar. Eu adoro a Aretha! RESPEITO", acrescentou.

Nos VMAs, a artista confessou que a rainha da soul foi uma das suas principais inspirações e recordou uma audição que fez em Paris, em que cantou "(You Make Me Feel Like) A Natural Woman", de Aretha Franklin. "A audição de dança correu bem. Perguntaram-me se tinha partituras e uma música preparada. Entrei em pânico. Tive de pensar rápido. (...) Um dos meus álbuns favoritos era 'Lady Soul', de Aretha Franklin. E comecei 'You Make Me Feel...' silêncio. 'You Make Me Feel Like A Natural Woman'. Dois franceses acenaram para mim", começou por recordar.

"Não preciso de partituras, respondi. Conheço cada palavra. Sei a música de cor, cantarei a cappella. Consegui ver que eles não me levaram a sério - e porque é que deveriam levar? Uma rapariga branca e magrinha a aparecer ali e a cantar uma música de uma das maiores cantoras de soul que já existiu? E a cappella... eu disse: 'Bitch, eu sou Madonna.' Não, não disse isso. Porque não era Madonna ainda", acrescentou.

"Aretha Louise Franklin mudou o rumo da minha vida", disse ainda Madonna. "Nada disso teria acontecido - poderia ter acontecido - sem a nossa rainha da soul. Ela levou-me até onde  estou hoje e sei que me influenciou a mim e a tantas outras pessoas que estão nesta sala hoje", frisou a artista.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.