Depois de no primeiro dia do NOS Primavera Sound se ter destacado o pop de Lorde, o hip-hop e o rock invadiram o Parque da Cidade do Porto. Esta sexta-feira, 8 de junho, The Breeders, Vince Staples e IDLES  mereceram a atenção dos festivaleiros antes das doze badaladas.

Passado e presente

No arranque do segundo dia do festival, Solar Corona e Black Bombaim aqueceram  público. Mas o primeiro ponto alto da tarde chegou com o concertos da banda The Breeders.

The Breeders
créditos: JOÃO ROCHA

Pouco antes das oito da noite, a banda trouxe ao Parque da Cidade do Porto o seu indie rock dos anos 1990 - não, não foi mais uma Revenge of The 90's. A banda das irmãs Deal apresentou o seu último registo, "All Nerve", lançado este ano - este disco e digressão é um regresso, depois de um intervalo de dez anos.

Depois de uma separação, a formação clássica das irmãs Deal, da baixista britânica Josephine Wiggs e do baterista Jim Macpherson volta a estar junta em palco - e, por isso, mereceram um forte aplauso no arranque do concerto.

No NOS Primavera Sound, a banda apostou nos temas do novo disco e de " Last Splash", editado em 1993 - durante uma hora, a banda viajou com o público do passado ao presente e do presente ao passado, sempre com o rock ao comando.

A simpatia de Kim Deal também se destacou no concerto no Parque da Cidade - a cinquentona roqueira, que podia ser mãe de muitos festivaleiros, confessou várias vezes estar feliz por estar no Porto.

Dos pequenos aos graúdos, todos em festa no NOS Primavera Sound
Dos pequenos aos graúdos, todos em festa no NOS Primavera Sound
Ver artigo

Antes do adeus final, houve ainda tempo para recordar "Gigantic", um dos temas mais marcantes da carreira dos Pixies - Kim Deal fez parte da banda até 2013.

As harmonias vocais, a beleza (meio) nervosa e o rock forte funcionaram há 25 anos e continuam a funcionar, a julgar pela amostra que nos deram na cidade Invicta.

Em entrevista, Kim Deal, a líder das Breeders e ex-Pixies, referiu que os planos e os sonhos de uma banda com quase 30 anos de existência era continuar a fazer “boas canções”.

“Eu desejaria ter o que as outras bandas têm, com pessoas que são bons administradores, com políticas, ideias, estratégias, mas nós só estamos a tentar dar o próximo passo, sem qualquer estratégia. Não há um grande esquema. Queremos fazer realmente música boa.

Vince Staples

Pela primeira vez em Portugal, Vince Staples - que não permitiu fotos - apresentou o seu álbum aclamado pela crítica, "The Big Fish Theory", editado no ano passado. Tal como o disco, o concerto foi marcado pelas sonoridades eletrónicas e 'avant-garde'.

No Palco NOS, o rapper deu razão ao que se comenta: tem sempre muito a dizer e não é tímido, como frisou a Pitchfork na crítica ao seu disco. Considerado por muitos como uma espécie de "cabeça falante da internet", Vince Staples mostrou o seu mundo ao mundo do NOS Primavera Sound e deixou pensamentos no ar sobre temas atuais.

Os temas do rapper também convidaram muitos festivaleiros a dançar - foi um concerto com muitas boas vibrações e com motivos para festejar.

Esta sexta-feira, 8 de junho, o Palco NOS abriu com rock dos IDLES. Antes do pôr do sol, os britânicos, conhecidos pela ironia e pelas guitarras que rejeitam o rótulo de post-punk, jogaram todas as cartadas e conquistaram o público com as canções do universo do grime e da revolução nocturna.

IDLES
créditos: JOÃO ROCHA

No Palco Pitchfork, os Yellow Days foram o grande destaque do dia. Com apenas 19 anos, George van den Broek, a cara e a voz da banda, parecia estar em casa a brincar com a sua guitarra. As canções do disco de estreia "Everything Okay In Your World?" foram a banda sonora perfeita para o fim de tarde no Parque da Cidade do Porto.

Yellow Days
créditos: JOÃO ROCHA

Ao final da noite, apesar de não ter conseguido atrair muitos festivaleiros, Mavi Phonexi animou quem não quis perder a sua estreia em Portugal. A austríaca com descendência síria, que faz lembrar M.I.A. ou MØ, transformou o recinto do palco SEAT numa pequena discoteca com os ritmos e as batidas eletro-pop a convidarem a passos de dança.

A sétima edição do NOS Primavera Sound no Porto termina este sábado -o terceiro e último dia, encontra-se totalmente lotado. Nick Cave & The Bad Seeds, Public Service Broadcasting, Mogwai ou The War on Drugs são os destaques.

Veja as fotos do segundo dia de Primavera Sound:

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.