Os Orchestral Manoeuvres In The Dark estão de volta a Portugal para celebrar o 40º aniversário. Os britânicos sobrem ao palco da Aula Magna, em Lisboa, a 4 de outubro e no dia seguinte atuam na Casa da Música, no Porto

Em 1979, a banda do país de Sua Majestade, lançava "Electricity" que é ainda hoje um dos mais aclamados discos da banda.  Com mais de uma dezena de álbuns editados, os Orchestral Manoeuvres In The Dark  são bastante acarinhados no nosso país, enchendo salas sempre que passam em solo lusitano", frisa a promotora em comunicado.

Segundo a agenda de concertos anunciada hoje, os OMD terão mais de 40 concertos em palcos europeus até fevereiro de 2020, passando por Espanha, Reino Unido, Alemanha, França ou Dinamarca.

O grupo chamou-lhe "Souvenir Tour", batizada com um dos temas mais conhecidos, mas a verdade é que a digressão assinala os 40 anos da edição de "Electricity", o primeiro single, lançado em 1979 pela Factory Records.

"Vamos tocar todos os nossos êxitos, incluindo algum material mais antigo raramente tocado", afirmou o grupo na página oficial.

Banda de eletrónica e synth-pop nascida em Inglaterra, em finais dos anos 1970, os OMD foram tendo várias vidas, com uma interrupção na viragem do século.

Da formação original mantêm-se Andy McCluskey e Paul Humphreys. Entre os temas mais conhecidos dos OMD constam "Electricity", "Enola Gay", "Souvenir" e "Red Frame/Ehite Light".

Os bilhetes para o concerto serão colocados à venda no dia 14 de março e os preços variam entre os 26 euros e os 37 euros.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.