Intitulada "Paradisaea*", a exposição é concebida pelo designer Fernando Brízio, e está incluída nas comemorações dos 20 anos da Expo 98, sendo organizada em coprodução com a EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural) e as galerias municipais.

"Paradisaea*" revisita o trabalho dos designers, artistas e criadores que, em diferentes elementos e suportes – convites, ´flyers´, cartazes, sítios na internet, fotografias, desenhos, vídeos, podcasts, mobiliário, objetos, esculturas, peças de vestuário, maquetas, adereços, música, textos – que traçaram a história da discoteca Lux.

A exposição é feita através de três instalações que organizam e reinterpretam este material que fez a identidade do Lux Frágil nos últimos 20 anos. O empresário Manuel Reis, fundador do Lux-Frágil, morreu em março deste ano, em Lisboa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.