"McCartney III" fecha a trilogia iniciada no final de 1969, quando o artista tentava recuperar emocionalmente da separação dos Beatles. Tal como agora, há 50 anos, o britânico criou o álbum sozinho e fechado na sua casa em Londres - o disco de 1970 contou apenas com a colaboração da sua esposa, Linda.

O lançamento do novo álbum coincide com o 50.º aniversário da edição do seu primeiro projeto a solo, após a separação dos Beatles em 1970. O álbum de estreia foi seguido uma década depois por outro disco, "McCartney II", quando os Wings disseram adeus.

A nova coleção de canções foi gravada em março, durante o confinamento devido à pandemia da COVID-19, e reflete a mudança de vida do músico e do mundo. Tal com os dois álbuns anteriores, os temas de "McCartney III" foram escritos e gravados pelo músico, que afirmou que não tinha planos de lançar um álbum em 2020 até que a pandemia o obrigou a ficar em casa durante vários meses.

"Tinha algumas coisas nas quais trabalhei ao longo dos anos, mas o tempo passou e as deixei a meio, então voltei ao que tinha", disse Paul McCartney, em comentários publicados pela agência de notícias britânica Press Association. "Tratava-se de fazer música para mim mesmo, ao invés de fazer música por trabalho. (...) Nunca pensei que tudo isto pudesse acabar em um disco", comemorou o artista de 78 anos.

Nas novas canções, Paul McCartney traduz todo o amor pela criação de música, com temas onde recupera o seu lado mais espontâneo e experimental explorado nos álbuns da década de 1970 e 1980.

"McCartney III" abre com "Long Tailed Bird", tema que motivou o britânico a criar o disco - a canção que nasceu em 1990 conta com uma longa introdução instrumental e segue com uma série de perguntas e frases do artista.

O alinhamento do álbum continua com "Find My Way", "Pretty Boys", "Women and Wives", "Lavatory Lil" e "Deep Deep Feeling", tema com quase oito minutos de duração em que Paul McCartney pede que a emoção vá embora em certo momentos. O disco conta ainda com grandes baladas à guitarra, como "The Kiss of Venus" ou "Deep Down".

O novo álbum promete conquistar os fãs e não só. A crítica internacional tem elogiado em peso as novas canções, com o The Guardian a atribuir quatro estrelas a  "McCartney III", tal como a revista Rolling Stone.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.