O rapper Tekashi 6ix9ine, acusado do crime de extorsão e de posse de arma ilegal, foi condenado a dois anos de prisão. Segundo a revista Time, no julgamento que decorreu esta quarta-feira, dia 18 de dezembro, o juiz frisou que o músico "escapou a décadas de prisão" por ter colaborado com as autoridades" de "forma extraordinária".

O artista de 23 anos, cujo nome real é Daniel Hernandez, poderia ter enfrentado um mínimo obrigatório de 37 anos de prisão pelos crimes cometidos.

Em tribunal, os advogados de defesa do rapper esperavam que o cliente fosse libertado em breve, visto que está preso já 13 meses. O pedido foi rejeitado pelo juiz Paul Engelmayer, que defendeu que "o tempo que passou na cadeia não é apropriado".

"A sua conduta foi demasiado violenta e egoísta para que 13 meses seja um período de tempo razoável", frisou.

De acordo com a revista Time, o rapper deverá ser libertado em 2020, visto que a pena de dois anos já inclui os 13 meses que já passou na prisão.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.