Rogério Samora "mantém-se estável e com prognóstico reservado", revelou um familiar do ator à revista Nova Gente.

"Hoje [segunda-feira], foi dia de visita e de falar com os médicos. A situação mantém-se estável e com prognóstico reservado", explicou.

Na passada sexta-feira, dia 30 de julho, ao Correio da Manhã, uma fonte do hospital confirmou que o ator continua em "estado muito grave, com prognóstico reservado".

Rogério Samora teve uma paragem cardiorrespiratória no decorrer das gravações da novela "Amor Amor", da SIC, confirmou o canal em comunicado.

Nas redes sociais, no final da semana passada, Carlos Samora, primo do ator, frisou ainda que Rogério Samora se "mantém estável". "Mais um dia passou… E, enquanto o estado do Rogério Samora se mantém estável, a Roca [a cadela do ator] fez mais um passeio com a Sónia, a tratadora que está com ela desde que chegou à família", escreveu.

Na passada quarta-feira, dia 28 de julho, ao jornal Público, uma fonte do hospital avançou que não foram registadas "quaisquer alterações” no quadro clínico do ator.  "O seu estado é grave, o prognóstico mantém-se reservado", acrescentou.

Em "Amor Amor", o ator veste a pele de Cajó, um dos responsáveis pela editora Lua de Mel. Na novela, a sua personagem foi casada com Paloma (Rita Blanco) e acompanha de perto a carreira de Romeu Santiago (Ricardo Pereira).

O ator é um dos protagonistas da segunda temporada de "Amor Amor", cujas as gravações já arrancaram. Nos novos episódios, a personagem de Rogério Samora vai continuar ao lado de Ângela (Luísa Cruz) e encontrar Bela Bernardes, nova personagem que será interpretada por Alexandra Lencastre.

Rogério Samora também participou da primeira temporada do programa "A Máscara". No concurso da SIC, o ator interpretou o "Ananás".

Nos últimos anos, o ator tem participado em várias produções da SIC, como "Nazaré", "Golpe de Sorte", "Amor Maior", "Poderosas", "Mar Salgado" ou "Sol de Inverno".

Nascido em Lisboa a 28 de outubro de 1958, Rogério Samora estudou teatro no Conservatório Nacional, no final da década de 1970, e estreou-se profissionalmente na Casa da Comédia, com a peça "A Paixão". A sua interpretação valeu-lhe o Prémio de Ator Revelação em 1981.

O ator tem uma longa carreira no cinema em filmes de Manoel de Oliveira ("Os Canibais" e "Party"), de Fernando Lopes ("Matar Saudades", "O Delfim", "98 Octanas" e "Os Sorrisos do Destino"), de Luís Filipe Rocha ("Sinais de Fogo"), João Mário Grilo ("Longe da Vista"), de António Pedro Vasconcelos ("Os Imortais"), de João Botelho ("O Fatalista" e "A Corte do Norte") ou de José Fonseca e Costa ("Viúva Rica, Solteira Não Fica"), entre outros.

Antes de se mudar para a estação de Carnaxide, Rogério Samora protagonizou várias novelas e série da TVI, como "Destino Imortal", "Flor do Mar", "Equador", "Casos da Vida" e "Fascínios".

Na televisão, o ator fez parte ainda do elenco de "Jura" (SIC), "O Jogo" (SIC), "Super Pai" (TVI), "Médico de Família" (SIC), "A Mulher do Senhor Ministro" (RTP1) ou de "Os Melhores Anos" (RTP1). "Vila Faia", em 1982, marcou a estreia de Rogério Samora no pequeno ecrã.

Pelos seus trabalhos na televisão, cinema e teatro, o ator conquistou vários prémios, incluindo Globos de Ouro, atribuídos pela SIC e pela revista Caras. Em 2010, Rogério Samora foi distinguido com o Golfinho de Ouro no Festival Internacional de Cinema (Festróia), em Setúbal, tornando-se no quinto ator a receber o galardão - Ruy de Carvalho (2003), Raúl Solnado (2004), Joaquim de Almeida (2006) e Nicolau Breyner (2008).

"É um prémio merecido e está na altura de o atribuir", disse a directora do certame, Fernanda Silva, em 20210. A dirigente justificou a atribuição do Prémio Carreira a Rogério Samora sublinhando que o "actor já interpretou mais de 150 personagens - entre filmes, séries e novelas - ao longo de 30 anos de carreira".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.