A decisão foi anunciada hoje, em comunicado, pelo Teatro D. Maria, depois de a direção da instituição se ter reunido, na segunda-feira, para decidir reajustar a programação e "cumprir" as indicações e restrições decretadas pelo Governo, face à renovação do estado de emergência e às medidas em vigor desde as 00h00, para contenção da COVID-19 nos concelho de risco muito elevado e extremo de propagação da pandemia.

Assim, em dezembro, o espetáculo "Onde é a guerra?", em cena no Salão Nobre até 12 de dezembro, mantém-se aos sábados, às 11h00.

"Fake", que estará em cena de 3 a 20 de dezembro, na sala Garret, sofre alterações nos horários de fins de semana, podendo ser visto de quarta a sexta-feira, às 19h00, e, aos sábados e domingos, às 10h30. Nos dias 5 e 6 de dezembro, apenas os espectadores que se encontrem no concelho de Lisboa poderão assistir ao espetáculo.

Já "Atlântico", a nova criação de Tiago Cadete, a representar na sala Estúdio de 3 a 11 de dezembro, pode ser vista às 20h30, no dia da estreia. De quarta a sexta-feira terá duas sessões: às 18h30 e às 20h30.

A cerimónia de entrega do I Prémio Revelação Ageas TNDMII, que esteve marcada para o passado dia 15, foi remarcada para 15 de dezembro, às 19h00, na sala Garrett. No montante de 5.000 euros, o galardão visa, de acordo com o regulamento, reconhecer e promover os talentos emergentes no panorama teatral e é atribuído a um profissional do setor que tenha completado 30 anos até 31 de dezembro de 2019, e cujo trabalho se tenha destacado no mesmo ano.

Na sala Estúdio, onde nos dias 17 e 18 de dezembro estará em cena "All together", as récitas decorrerão à quinta e sexta-feiras, às 19h30.

No que respeita às visitas guiadas ao teatro, apenas as de 30 de novembro e 7 de dezembro foram canceladas.

O Teatro D. Maria II aconselha ainda o público a consultar a página da instituição na Internet, na qual estarão disponíveis todas as atualizações de datas e horários de espetáculos, assim como dos serviços disponibilizados.

Aos espectadores que tenham adquirido ingressos para espetáculos cujas datas e/ou horários tenham sofrido alterações, o Teatro aconselha o contacto direto com a bilheteira, através do número de telefone 800 213 250.

Continuando a manter as regras de segurança em vigor, incluindo medição de temperatura corporal, à entrada do edifício, o D. Maria II "mantém-se empenhado em garantir o cumprimento das medidas de combate à pandemia", de modo a garantir "a segurança" de todos os espectadores ou de quem o quiser visitar.

O decreto original da renovação do estado de emergência, publicado no sábado, estabelece a proibição de circulação na via pública aos sábados, domingos e feriados, entre as 13h00 e as 5h00, nos concelhos de risco muito elevado e extremo de propagação da COVID-19.

O decreto ressalvava a possibilidade de “deslocações a mercearias e supermercados e outros estabelecimentos de venda de produtos alimentares e de higiene, para pessoas e animais”. Na segunda-feira, o Governo clarificou que, nesta sequência, não se encontra o acesso a eventos e equipamentos culturais, como tinha sido inicialmente publicado.

Os espetáculos culturais, que já estavam fora das exceções de circulação em períodos de recolher obrigatório, passam assim a estar impedidos de servir como justificação para circular entre concelhos nos momentos de proibição.

Ao contrário do que aconteceu no último fim de semana de outubro e dia de Todos os Santos, em que a circulação entre concelhos também esteve proibida, não serão permitidas deslocações para assistir a espetáculos culturais.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.