O alinhamento daquele que é considerado 'a meca' da música eletrónica conta ainda com nomes como Adam Beyer, Amelie Lens, Charlotte de Witte, Kölsch, Lost Frequencies, Paul Kalkbrenner, Steve Aoki, Tale of Us, Tiësto, Timmy Trumpet, entre os 60 artistas chamados a atuar nos oito palcos do "Tomorrowland - Around The World”, anunciou hoje a organização.

O festival Tomorrowland, que decorre anualmente na Bélgica, apresenta-se este ano num formato inédito, totalmente digital e interativo, nos dias 25 e 26 de julho.

As restrições aplicadas pelos países um pouco por todo o mundo, devido à pandemia de COVID-19, obrigaram ao cancelamento da edição de 2020 deste festival na Bélgica, que anualmente atrai perto de 400 mil espectadores.

Agora, a organização anunciou a realização do festival em formato interativo a 3D, que combina avançadas tecnologias de jogos, design 3D, vídeo e efeitos especiais, num evento que "será uma estreia em festivais de música a nível mundial".

Durante dois dias, os visitantes - que terão de comprar bilhete para entrar no festival - vão poder usufruir de concertos, 'performances', 'webinars' e outras atividades, durante o dia e a noite, descobrir o tema deste ano, "The Reflection of Love", e ser guiados por um mapa a três dimensões que apresenta, desta forma, os seus vários palcos.

Além da música, serão disponibilizadas outras atividades interativas, como jogos, 'webinars' e oficinas, relacionadas com comida, 'lifesyle', moda, e com o conceito "Love Tomorrowland".

Algumas destas experiências estão disponíveis ao longo de 10 horas em cada um dos dias anunciados, mas outras, apenas em momentos específicos, de acordo com os horários diários.

Após o festival, haverá conteúdos disponíveis durante mais sete dias na plataforma Tomorrowland.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.