Zachary Quinto é o protagonista de "NOS4A2" (ou "Nosferatu"), produção baseada no bestseller homónimo de Joe Hill, e veste a pele de Charlie Manx, um vilão sobrenatural que se alimenta de almas de crianças e deposita o que sobra delas em Christmasland, produto da sua imaginação, onde todos os dias é Natal e a infelicidade é considerada um delito.

"Diria que é uma espécie de uma viagem inesperada. É uma história assustadora, mas também é divertida e única. Estou muito entusiasmado por partilhar esta história com o público", começa por frisar o ator em conversa com o SAPO Mag, durante a sua passagem por Lisboa. "Só li o livro depois de dizer 'sim' a este trabalho, mas antes de começarmos a filmar. E também li o livro algumas vezes durante as gravações da temporada. E recomendo que as pessoas também o façam", acrescenta.

Zachary Quinto

Depois de terminar de ler o livro pela primeira vez,  confessa que ficou impressionado com a obra de Joe Hill. "Quando acabei, apenas pensei: 'f***-se', o Joe é um ótimo escritor", sublinha, apresentando que adorou os guiões da temporada e o trabalho de toda a equipa. "Adoro ter a oportunidade de me transformar nesta personagem. Estava realmente animado por fazer parte, mas quando li o livro... fiquei ainda mais entusiasmado porque é uma história única, tão bem contada", revela.

"Sou um grande fã do Stephen King e saber que o Joe é filho do Stephen King... é como se continuasse a tradição e é uma homenagem", frisa.

Toda a história da série do AMC gira em torno de Charlie Manx. "Charlie Manx é uma personagem imoral, muito equivocado e manipulador. A sua fome é insaciável. Alimenta-se das almas e da energia das crianças. Mas ele pensa, no fundo do seu coração, que está a ajudar as crianças. Ele foi totalmente negligenciado e abusado quando era pequeno e acho que tudo isto é fruto de um trauma", revela o ator em conversa com o SAPO Mag.

ZAchary quinto

A preparação para a personagem também exigiu uma transformação física. "O processo de maquilhagem foi longo - às vezes, chegava a durar quatro horas para conseguirmos criar versões extremas do visual. Foi uma transformação complexa, mas que me permitiu mergulhar totalmente na personagem e de uma forma que não seria capaz de fazer sem a maquilhagem", explica Zachary Quinto.

Ao longo da história, o vilão promete levar as crianças para uma terra onde é Natal todos os dias, atraindo as suas vítimas para o seu misterioso Rolls Royce Wraith de 1938. "O Charlie é uma extensão do carro e o carro é uma extensão do Charlie. Eles quase existem no mesmo espaço. Se algo acontecer ao carro, algo acontece ao Charlie fisicamente. Então, ele é uma extensão desse carro. O carro é como um condutor da energia que vem das crianças", explica o ator.

Zachary Quinto

Para promover a nova série do AMC, Zachary Quinto tem viajado um pouco por todo o mundo. "Tenho ido a vários países diferentes e temos sido sempre muito bem recebidos. Já fomos a São Paulo, Madrid e agora estou aqui em Lisboa. Vamos conhecendo pessoas e conseguimos ver estes países de uma perspectiva única. E eu adoro viajar e, por isso, tem sido uma experiência ótima para mim", confessa.

"É um momento emocionante para trabalhar em televisão"

Além do pequeno ecrã, Zachary Quinto conta com um vasto número de papéis no cinema. Porém, atualmente é o mundo da televisão que mais o fascina: "Televisão ou cinema? Agora, diria que prefiro televisão (...) Acho que há mais oportunidades para contar histórias diferentes e há muitos mais sítios para ver. É realmente um momento emocionante para trabalhar em televisão".

Para o ator, trabalhar em televisão ou em cinema é muito semelhante. "É muito parecido, na verdade. Quer dizer, sinto que trabalhar num filme é muito diferente de trabalhar no teatro, que também faço (...) Mas, para mim, trabalhar no cinema ou em televisão é um processo muito parecido", explica.

Star Trek: Além do Universo

"Sou grato por todas as experiências que já tive no cinema e na televisão. Acho que interpretar o Spock é provavelmente a conquista mais significativa da minha carreira (de forma criativa e profissional)", confessa o ator, acrescentando que se sente um "sortudo" por ter a oportunidade de abraçar projetos diferentes. "Espero que continue a ser assim", atira Zachary Quinto.

Na conversa com o SAPO Mag, o ator relembrou ainda que foi em criança que começou a sonhar com o mundo da representação. "Comecei a representar quando tinha uns 10 anos. Então, comecei a estudar e o interesse foi aumentado, passando a ser mais do que apenas um hobby. Queria aprender mais e mais", conta.

"No secundário, diz muitas peças, tive muitas aulas de representação e escolhi ir para a faculdade estudar representação. Foi assim a minha experiência. Sinto que foi uma progressão natural de algo que se enraizou em mim muito cedo", acrescenta.

Apesar do reconhecimento mundial, Zachary Quinto confessa que tenta manter os pés no chão: "Tento arranjar formas de 'normalizar' a minha vida, isso é importante para mim. Acho que encontrar o equilíbrio  e manter o equilíbrio é o mais importante para termos uma vida saudável, quer sejas famoso ou não. E tento fazer isso da melhor forma que consigo. E, sim, isso mantém-me sempre com os pés no chão".

"NOS4A2" (ou "Nosferatu") estreia esta segunda-feira, dia 3 de junho, às 22h10, no AMC.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.