Carla Andrino divide o seu tempo por três grandes paixões: os estudos, as novelas e a família. Psicóloga, actriz e mãe, consegue conciliar tudo sem entrar em stress:
«Quem gere o tempo sou eu, não é o tempo que organiza a minha vida», assegura, com toda a convicção.

Neste momento, Carla faz parte do elenco principal da série «Um Lugar Para Viver», da RTP1, e está a preparar o doutoramento em psicologia. Já está habituada a uma vida movimentada e ainda recentemente conseguiu tirar o mestrado ao mesmo tempo que gravava a novela «A Outra», da TVI.

«Aquela louca da ‘Lu' ocupava-me o tempo todo e mesmo assim fiz o mestrado. Amei aquela mulher, porque eu ia para as gravações desempenhar um papel intenso mas depois descia à terra e isso fazia-me muito bem», explica a psicóloga, que sempre desejou investir na sua formação académica.

«De resto - acrescenta -, aquela personagem vivia no mundo da lua, o que acabava por ser um escape para mim pois quando chegava a casa pensava: ok já tive hoje o meu momento de loucura...»

Carla Andrino não se vê como uma referência no mundo do espectáculo, a quem habitualmente «empresta a alma». A sua maior ambição é que a família, este sim, o seu «projecto de vida», fique orgulhosa, seja qual for o contributo que preste à sociedade.

«Se me perguntarem se prefiro ser actriz ou psicóloga, digo que escolhi ser actriz e psicóloga. Nós somos ‘e', não somos ‘ou'. Nós não somos bons ou maus. Bonitos ou feios. Somos bonitos e feios, temos coisas bonitas e menos bonitas», esclarece Carla, que conseguiu passar aos filhos os mesmos valores. «Uma máxima da minha vida é que se respeitem as diferenças, sejam elas quais forem: sexuais, de raça ou de religião.»

(Texto: Joana Côrte-Real)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.