"Tenho plena noção de que tenho imensos fãs, mas também "haters". A personagem polémica que eu represento e a pessoa polémica faz efetivamente que existam imensos votos, tendo em conta que a votação é para expulsar. Angélica é alguém que na minha opinião suscita opiniões muito negativas no público, a jogada acaba por ficar entre mim e a mim Romana", começa por revelar.

Carlos vai mais longe e afirma que "precisa de haters": "Eu preciso deles para seguir a minha luta, são eles que me chamam à atenção de várias coisas. Os fãs servem para suportar as minhas decisões".

Em relação aos desentendimentos com Merche Romero, o ex-concorrente garante que tudo se deveu ao "choque de personalidades", que "acaba por ser bombástico". "Nós temos pontos muito comuns, que colidem realmente e isso faz com que o cruzar das nossas personalidades não seja algo a evitar".

A aproximação com Santiago não passa de pura amizade: "O Santiago demonstrou ser imensamente amigo, próximo e atencioso para comigo. Eu, com uma série de questões que tinha acabei por me refugiar na personalidade de Santiago (...) Sim, o que eu senti por ele foi uma grande amizade e uma necessidade de o sentir por perto".

Saiba todas as informações sobre programas de televisão no Portal dos Programas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.