A SIC exigiu a Cristina Ferreira uma indemnização de mais de 20 milhões por incumprimento do contrato que estava em vigor até dezembro de 2022. Segundo o Correio da Manhã, a advogada da apresentadora pediu mais um mês para apresentar a defesa.

O jornal avança que a advogada justificou o pedido devido ao facto de ter de analisar muitos documentos que constam do processo. O requerimento foi aceite, dando à apresentadora mais 30 dias.

Em entrevista, Cristina Ferreira já admitiu ter de pagar uma indemnização à SIC, frisando que não concorda com o valor exigido pelo seu antigo canal. Em comunicado enviado em agosto, a apresentadora defendeu que a "quantia não tem qualquer fundamento": "Sobre esta matéria gostaria apenas de esclarecer que a referida quantia não tem qualquer fundamento ou base contratual, pelo que refuto em absoluto a pretensão daquela entidade, estando disposta a assegurar e defender os meus interesses até às últimas instâncias".

O valor apresentado pela SIC tem em conta o rompimento do contrato de forma "unilateral", bem como a perda de receitas em chamadas de valor acrescentado, publicidade, ações comerciais e publicidade.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.