Xavier Dolan vai fazer a estreia em televisão no próximo ano.

O "thriller" psicológico "The Night Logan Woke Up" é o projeto que convenceu o premiado realizador e ator de "Laurence Para Sempre" (2012), "Tom na Quinta" (2013) e "Mamã" (2014).

Além da realização, Dolan, de 31 anos, irá escrever o argumento da adaptação a minissérie de cinco episódios da peça homónima de Michel Marc Bouchard em que participou originalmente como ator. O restante elenco também irá regressar.

Segundo a publicação Variety, a história decorre no início dos anos 1990 e junta drama, humor e terror, acompanhando Mimi e o seu irmão Jules, que são inseparáveis do melhor amigo Logan.

Entre as paixões pelo desporto e a representação, os três adolescentes sonham com a mudança para os EUA, mas em outubro de 1991, Logan, perto do 17º aniversário, viola Mimi, de 14, o que destrói as duas famílias.

Com rodagem prevista para arrancar em março de 2021, "The Night Logan Woke Up" deverá passar nas plataformas Quebecor Content e Canal Plus no ano a seguir.

Em agosto, Xavier Dolan disse que estava a trabalhar em três projetos: os outros dois eram um para cinema, divididos entre terror e drama social.

O realizador também partilhou o receio de que a pandemia fosse acelerar uma mudança drástica e o grande ecrã deixasse de ser o local para ver o seu tipo de cinema.

"Olhando à volta e até para mim mesmo, vejo que o nosso desejo de união tem consistentemente diminuído e a nossa propensão para o entretenimento em confinamento tem aumentado", explicava.

"Mas agora, se nem sequer tivermos escolha, tenho medo que os cinemas desapareçam. Ou continuem, mas tornem-se o espaço exclusivo dos grandes filmes dos estúdios — com todos os filmes independentes e intermédios relegados para os serviços online", acrescentava.

"E isso é triste. Porque ninguém, no fundo, filma para iPads", concluia.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.