A TVI está empenhada em recuperar a liderança das audiências e Fernando Mendes era um dos trunfos do canal para 2020. Depois de ter confirmado ao Correio da Manhã que foi contactado pela estação de Queluz de Baixo, o apresentador revelou que decidiu continuar na RTP1.

Em entrevista à TV 7 Dias, o apresentador recordou que se encontrou com Felipa Garnel, diretora de programas da TVI. "Já tinha sido sondado umas quatro ou cinco vezes pela TVI. Eu não sou pessoa de fugir às entrevistas. Digo logo: ‘Vamos lá falar.’ Fizeram-me uma proposta e nem chegámos a falar de dinheiro", revelou.

"Eu, em televisão, só quero fazer 'O Preço Certo'. E julgo que até chegaram a falar com a produtora para ver se existia interesse em levar o programa para lá. Pensei que, eticamente, não seria muito bonito fazer 'O Preço Certo' noutro canal. Também havia uns zunzuns da SIC, que também gostariam… Um dia até encontrei um diretor da CMTV, que me disse: ‘Um dia virá trabalhar connosco.’ A TVI, se queria alguém para aquele horário, seria natural que me quisesse. Mas pensei bem e não seria bom da minha parte sair. Estou no sítio onde gosto, onde não chateio e não me chateiam", sublinhou à revista.

"O dinheiro é bom, mas não é tudo. A Cristina e o Goucha são muito bons, mas gosto de estar no meu cantinho, sossegado e sem grandes alaridos", acrescentou Fernando Mendes.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.