Júlia Pinheiro regressou no início de outubro às tardes da SIC. Um mês depois da estreia de "Júlia", a apresentadora faz um balanço positivo das primeiras semanas. "Ainda não vos disse, mas gosto muito do meu novo programa. Amanhã, dia 8 de novembro, completamos um mês de emissões", escreveu no seu blog.

"Foi um mês magnífico. Raramente os sonhos se cumprem com tanta precisão, mas neste caso, aconteceu. Feito este balanço feliz, sinto a necessidade de vos contar mais", frisou a apresentadora, acrescentando que "este é o resultado de ter o maior luxo possível em televisão".

No texto, Júlia Pinheiro sublinha ainda que tem "tempo para falar com os convidados". "E fica sempre mais no meu colo, do que ouvi e senti. Ontem esteve sentado ao meu lado João Paulo Sacadura, colega da área da comunicação, homem das palavras dos livros e da cultura. Mas ontem falámos de amor, viuvez, filhos criados sem a mãe e uma família indefectível", lembrou.

"Não houve tempo para contar que este homem, que sempre se multiplicou em mil frentes, escrevendo textos para televisão, livros, apresentações, prefácios e apresentando magazines sobre cultura, foi apanhado pela crise da indústria da comunicação, da qual o público nada sabe, distraídos pelas manchetes sobre contratações e questões que apenas fazem parte de uma pequena parte da pirâmide da indústria da comunicação", contou ainda a apresentadora.

"Detenho-me nos olhos rasos de lágrimas do meu convidado, porque sei que existem outros homens e mulheres a chorarem pelas mesmas razões. E não, meus amigos , não pensem que eu tenho uma varinha mágica que pode resolver isto. Tenho apenas um sofá para vos ouvir", escreveu ainda.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.