Durante anos Maria João Abreu e José Raposo formaram um dos casais mais simpáticos do mundo da representação. O matrimónio acabou e cada um seguiu o seu caminho, na certeza de que a amizade e os filhos (Miguel, de 21 anos, e Ricardo, de 15) ficarão para toda a vida.

Aos 43 anos, a actriz «renasceu». Voltou a encontrar o amor ao lado do músico João Soares e, longe da imagem de «Lucinda», em «Médicos de Família» (SIC), tornou-se uma das mulheres mais elegantes da televisão. Confessa-se «apaixonada e feliz».

Após um longo período no teatro, actriz brindou o público com um regresso às novelas e, na TVI, encontrou o seu lugar ao sol.
«Estive 20 anos a fazer teatro e quase não tinha vida. Não conseguia jantar com a família nem era livre para fazer aquilo que queria. A minha vida estava muito condicionada», confessa a Sofia de «Feitiço de Amor» a SapoTV.

Apesar de já estar em gravações para o próximo projecto da estação de José Eduardo Moniz, a eterna «Lucinda», sem a castiça pronúncia do norte, garante:
«Adoro este ritmo. Tenho uma sensação de liberdade neste momento que é poder ir ao teatro, a concertos ou à praia. Não me importo de me deitar às duas da manhã e acordar às sete…»

Em «Sentimentos», com estreia marcada para o dia 22 deste mês, Maria João será «Julieta Dias, uma mulher banal», filha do sr. Carlos Dias, homem conservador e austero, papel que será interpretado pelo grande Ruy de Carvalho. «Na novela, esse homem é mesmo um fascista em permanente discussão com a vizinha que é comunista e, volta em meia, temos que ir buscá-los à prisão porque se agridem fisicamente», adianta a actriz sobre a nova produção da TVI.

Na vida real, Maria João Abreu namora há quase um ano e não esconde os momentos de felicidade que vive agora ao lado do seu mais-que-tudo.

Recém-chegada de uma lua-de-mel antecipada no Brasil, Maria João revela que aproveitou «intensamente» cada momento para namorar: «Estive em Salvador só com o João numa espécie de lua-de-mel. Fui ver o Pelourinho, o morro de são Paulo, fiz praia e muitas compras. Claro que bebi o chope, aquela cervejinha tão boa deles e comi imenso camarão».

Assume-se como uma mulher de coragem por viver, sem vergonha, um amor adolescente. Visivelmente mais magra e mais bonita, Maria João Abreu revela que, após uns quilinhos a mais, fechou a boca aos alimentos mais tentadores. Seguiu os conselhos do filho mais velho, um vegetariano convicto, e cortou na carne. Mas em relação aos doces nem sempre consegue resistir.

«Para manter a silhueta, faço ginásio e adquiri uma alimentação saudável. Abuso das frutas, dos legumes e dos cereais. Já só como peixe e substituí a carne pelas proteínas vegetais como a soja e o tofu», confidencia Maria João Abreu, um ano depois de se ter submetido a uma dieta rigorosa para perder 10 quilos.

(Texto: Joana Côrte-Real)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.