Ao longo de sete temporadas de "A Guerra dos Tronos", muitas mortes chocaram os fãs da série. Mas o destino de Ser Pounce, gato do rei Tommen, era ainda incerto e os espectadores da série ainda tinham esperança de que nada de mal lhe tivesse acontecido.

Em entrevista à Entertainment Weekly, os showrunners David Benioff  e D.B. Weiss confirmaram que o Ser Pounce morreu. O felino real da casa Baratheon apareceu pela primeira vez em "A Guerra dos Tronos" na quarta temporada e rapidamente se tornou num fenómeno nas redes sociais.

"Cersei odiava tanto o nome Ser Pounce, que ela não iria permitir que ele sobrevivesse. Por isso, colocou em prática a sua execução mais diabólica. A morte do Ser Pounce foi tão horrível que nós não conseguimos mostrar", contou David Benioff.

Como várias outras personagens da série da HBO, Ser Pounce ainda está vivo nos livros de George R.R. Martin.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.