O premiado escritor britânico Phillip Pullman conquistou o mundo com a saga literária "His Dark Materials" ("Mundos Paralelos" em Portugal). Depois da adaptação ao cinema, com o filme de 2007 "A Bússola Dourada", com Daniel Craig e Nicole Kidman, que deixou os fãs desiludidos, a história chegou ao pequeno ecrã pelas mãos da HBO e da BBC.

A adaptação da obra de literatura fantástica juvenil, que aborda temas como o fanatismo religioso que controla o mundo, a luta pela ciência e o livre arbítrio, estreou-se no serviço de streaming em 2019 e foi apresentada como potencial grande sucesso da HBO depois de "A Guerra dos Tronos". Ao contrário do filme de 2007, a série conquistou mais fãs e está de regresso esta terça-feira, dia 17 de novembro, para a sua segunda temporada.

Antes da estreia dos novos episódios, os protagonistas de "Mundos Paralelos" conversaram, via Zoom, com o SAPO Mag e com vários meios de todo o mundo sobre a segunda temporada da série que segue Lyra Belacqua (Dafne Keen), uma jovem corajosa, cuja busca por um amigo sequestrado a leva a descobrir um enredo que envolve crianças desaparecidas, e que vai tornar-se numa procura para entender um fenómeno misterioso.

Em conversa com os jornalistas, Ruth Wilson ("The Affair", "Luther"), Dafne Keen ("Logan"), Amir Wilson ("The Letter for the King") e Ariyon Bakare ("Good Omens" e "O Cavaleiro das Trevas") prometem uma temporada repleta de novas aventuras, especialmente no novo mundo - nos novos episódios, Lord Asriel (James McAvoy) abre uma ponte para um novo mundo e Lyra, perturbada pela morte do seu melhor amigo, segue Asriel para o desconhecido.

Veja o trailer:

"Numa estranha e misteriosa cidade abandonada, ela conhece Will, um rapaz do nosso mundo que também está a fugir de um passado conturbado", explica a HBO Portugal. Ao longo dos episódios, Lyra e Will descobrem que "os seus destinos estão ligados de forma a reunir Will com o seu pai, mas percebem que o seu caminho é constantemente ameaçado, quando se inicia uma guerra à sua volta". "Enquanto isso, a Sra. Coulter procura Lyra e está determinada a trazê-la para casa de qualquer forma", acrescenta o serviço de streaming.

Na segunda temporada, se for possível, vamos ver m lado ainda mais negro da Sra. Coulter? "Sim, vamos ver e é possível. Acho que ela vai derrubar muitas pontes com o Magistério, com Lord Asriel... ela queima todas essas pontes e vai ficar por conta própria. Ao queimar essas pontes, ela vai começar a tornar-se um pouco mais agressiva", frisa Ruth Wilson, acrescentando que a sua personagem vai continuar a procurar Lyra, que "continua a escapar-lhe". "Vamos vê-la a ser um pouco violenta", acrescenta a atriz.

MUNDOS PARALELOS

"Nesta temporada, também quisemos dar algumas dicas, partilhar algumas ideias, sobre quem ela era antes da primeira temporada - por exemplo, explicar como é que ela chegou ao lugar onde chegou; e a que custo? Será que teve de sacrificar outras coisas?", avança a atriz.

Se a Sra. Coulter vai continuar a tentar encontrar a sua filha, então significa que Lyra, personagem de Dafne Keen, vai continuar a fugir - sempre acompanhada pelo génio (daemon na versão original, a expressão física da sua alma). "Quando segues alguém [a mãe] e depois descobres o quão má é essa pessoa, é um grande impacto", começa por lembrar a atriz, acrescentando que com a perda do seu melhor amigo, Roger, a sua personagem vai sentir-se um pouco perdida.

MUNDOS PARALELOS

Mas Lyra não vai continuar a sua jornada sozinha, sem um braço direto. Will Parry, personagem de Amir Wilson, promete estar ao seu lado. "Os dois começam um nova viagem por contra própria e acabam por se encontrar. Quando se encontram, acho que percebem que têm a capacidade de se ajudarem mutuamente", frisa o jovem ator, lembrando que, "no início, por razões óbvias, eles não confiam um no outro".

"A Lyra está num universo completamente diferente, sem saber nada. E conhece este rapaz estranho, que não conhece e em quem não confia. E ele também não confia nela", explica Dafne Keen. "A Lyra tem sido enganada durante toda a vida, descobrindo até que não é órfã. E quando descobre que não é órfã, descobre algo muito pior, que são os seus pais são assassinos. Por isso, tem muita dificuldade em confiar", relembra a atriz.

MUNDOS PARALELOS

"Mas eles acabam por se tornar bons amigos e encontram algo um no outro de que gostam. Acho que é isso que os vai manter juntos durante toda a viagem", conta Amir Wilson, acrescentando que a sua personagem vai tentar ajudar Lyra a manter a calma. "Acho que a grande diferença entre eles é que... a Lyra é muito espontânea. Faz tudo o que lhe vem à cabeça. Já ele gosta de ter a certeza que tudo está certo, é muito cuidadoso com tudo", acrescenta.

"O Will é muito mais racional e a Lyra muito mais emocional", concorda a jovem atriz. "É muito bom que eles sejam assim, completam-se, encaixam na perfeição. No final da segunda temporada, vão ver um Will mais espontaneo e uma Lyra mais racional. Eles vão crescer juntos, tornam-se adultos juntos. E outra coisa que têm em comum, são ambos solitários", acrescenta.

"Ela é uma lutadora e estava um pouco cansada de só ver mulheres silenciosas e submissas na televisão e no cinema", remata a jovem atriz.

Ao longo da segunda temporada, as personagens de Amir Wilson e Dafne Keen vão ter ainda de enfrentar Carlo Boreal (Ariyon Bakare), que promete trazer muitos problemas ao protagonistas de "Mundos Paralelos".

MUNDOS PARALELOS

"Acho que na primeira temporada, viste um tipo misterioso, não sabes bem quem é o Carlo Boreal. Queres que o público faça perguntas e pense em respostas. Na primeira temporada, os espectadores criaram rótulos e opiniões sobre o que pensam sobre o que deve ser a personagem. Na segunda temporada, tentámos torná-lo mais humano. Vamos ver as suas fraquezas, o seu calcanhar de Aquiles. Vamos ver... a sua necessidade de ser desejado, de ser amado. Vamos ver o lado mais humano dele", garante o ator Ariyon Bakare.

Quem estará perto de Carlo Boreal será a Sra. Coulter. "Vamos ver que ela joga muito com o Boreal, que é mais ou menos como ela. Ambos estão separados do Magistério e ambos têm ambições. Vão ter um jogo de gato e rato", frisa Ruth Wilson. "Há um dinâmica de poder entre os dois", acrescenta.

MUNDOS PARALELOS

Os primeiros dois episódios da segunda temporada de "Mundos Paralelos" chegaram esta terça-feira, dia 17 de novembro, na HBO Portugal. Os próximos episódios estreiam-se às terças-feiras no serviço de streaming.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.