"A Origem da Humanidade: A Odisseia da Espécie", que o Odisseia exibe ao longo de três episódios, às terças-feiras, é uma saga que retrata oito milhões de anos e conta com a direção científica do maior especialista da evolução humana, Yves Coppens.

Utilizando a mais recente tecnologia informática em imagens compósitas e animação em 3D, esta série, inteiramente rodada na África do Sul com a participação de 60 nativos e baseada em factos científicos, espelha a evolução do Homem, o seu aparecimento e a sua lenta conquista.

Quase uma década foi o tempo que o realizador Jacques Malaterre e o cientista Yves Coppens demoraram para alcançarem o ambicioso projeto de expressar em imagens a pré-história do homem, desde os pré-hominídeos à fundação das primeiras civilizações, naquela que é a maior produção alguma vez realizada sobre as nossas origens, refere o Odisseia.

"São mais de oito milhões de anos de evolução recriados graças às últimas descobertas antropológicas, a dezenas de atores, às mais modernas técnicas de animação digital, com cenários naturais escolhidos e sequências dramatizadas que servem de reforço para as intervenções de prestigiados cientistas de todo o mundo", detalha o canal.

A narração de "A Origem da Humanidade: A Odisseia da Espécie" é feita por Charles Berling e acompanhada pela "música bela e poética" da autoria de Yvan Cassar.

A produção da série contou com a colaboração dos canais France 3, RTBF, ZDF, Plànete, RAI e TSR.

O primeiro episódio será emitido na terça-feira, 14 de agosto, pelas 23:00, e repete na quinta-feira, 15, às 07:00 e as 16:00.

A segunda parte de «A Origem da Humanidade: A Odisseia da Espécie é emitida pelo Odisseia na terça-feira, 21, às 23:00, com repetição no dia seguinte, também às 07:00 e as 16:00.

O último episódio pode ser visto na terça-feira, 28, pelas 23:00, e o mesmo é repetido no dia seguinte e no mesmo horário dos episódios anteriores.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.