Cansado dos finais trágicos atribuídos às suas personagens nas novelas da TVI, Pedro Granger terá um destino bem diferente em «37», a primeira de três miniséries que a estação de Queluz e a Plural estão a preparar para o próximo ano.

«Desta vez não vou morrer!», começa por dizer o actor a SapoTV. «Nesta nova história tenho um irmão autista e confesso que tenho um feitio complicado. Não digo que sou o mau da fita, mas a minha personagem é uma pessoa rancorosa com um carinho e um afecto especial pelo irmão», adianta entusiasmado com o novo projecto, cujas gravações já terminaram.

Pedro Granger estreou-se na RTP com a «Lenda da Garça» em 1999. Aos 30 anos soma já um currículo invejável no que toca a novelas, mas é no formato minisérie que agora quer vingar como actor.

«Todo o actor gosta mais do formato série. São formatos muito mais interessantes de se fazer. É o caso de «37» que está muito bem escrita pelo Rui Vilhena. Gravámos durante três semanas com horários de loucos mas valeu a pena», elogia Pedro Granger, que vai contracenar directamente com Cucha Carvalheiro e João Reis.

Inspirada no estilo de Alfred Hitchcok, «37» conta com um pequeno elenco de 10 personagens, tendo como protagonista Sofia Alves, que veste a pele de Helena, uma cidadã portuguesa que regressa ao seu país após 10 anos a viver nos Estados Unidos. A série segue a linha dos filmes policiais quando relata uma sequência de assassínios que ocorrem numa universidade.

Actualmente Pedro Granger integra o júri de «Uma Canção Para Ti», na TVI, e apresenta «Rédea Solta» na TVI24, um desafio lançado ainda nos tempos de José Eduardo Moniz e que, segundo o actor, valoriza o panorama televisivo nacional.

«Inovámos o formato e estamos a fazer o programa com juventudes partidárias, ou seja, temos lá jovens comunistas, do bloco de esquerda, dos verdes, socialistas e sociais-democratas. É um espaço importante de debate em televisão que hoje em dia não há em Portugal. Temos que dar voz aos jovens nesta altura em que se diz que eles estão afastados da política. Há jovens portugueses, com ideais e ideias diferentes, que acreditam que é possível mudar o país», garante Pedro Granger, apoiante de Pedro Santana Lopes nas últimas eleições autárquicas.

(Texto: Joana Côrte-Real)

PUBLICIDADE

Este é o teu código Toshiba CJIO66P2MVD. Vai à procura de mais em http://www.maistoshiba.com

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.