Este fim de semana, críticos e jornalistas de televisão reuniram-se para a 34ª edição dos Television Critics Association (TCA), nos Estados Unidos. No evento, Ryan Murphy, criador de séries como “American Horror Story”, fez algumas revelações sobre “Pose”.

Segundo o criador da série, os novos capítulos estão a ser preparados a todo o vapor e, ao contrário do esperado, os episódios vão sofrer alterações temporais - a segunda temporada da série não irá terminar em 1988, mas sim nos anos 2000.

De acordo com Ryan Murphy, o final do novo capítulo de “Pose” vai acompanhar o lançamento de “Vogue”, de Madonna. O tema é considerado um dos hinos da comunidade LGBTQI. “Essa música trouxe algo que era desconhecido na cultura e a converteu em algo mainstream, e esta temporada será sobre as nossa personagens, sobre como a comunidade foi feita para ser divulgada ao mundo”, explicou o criador da série.

Para já, segundo o criador, não está em cima da mesa a possibilidade de Madonna participar na série. “Não procuramos um elenco arrebatador para série… Não sei como ela [Madonna] se sentiria a se interpretar a si própria nos anos 1990. Vou falar com Janet Mock, a produtora, sobre isso”, confessou.

A série musical é protagonizada por Evan Peters ("American Horror Story") e segue um casal preso entre o glamour e a intriga. A história vai decorrer em Nova Iorque nos anos 1980.

A série mostra a vida e a sociedade da cidade, incluindo o advento do "universo de luxo da era Trump" e a cena social e literária do centro da cidade, revelou o canal.

James Van Der Beek, que participou em séries como "Foi Assim que Aconteceu", "CSI: Cyber" e "Dawson's Creek", também faz parte do elenco de "Pose".

"Pose" conta com guião e produção de Murphy, do seu colaborador habitual, Brad Falchuk, e de Steven Canals.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.