"Psi" é uma das produções da HBO Latin America que mais se tem destacado nos últimos tempos, especialmente no mercado brasileiro. A série, que tem como pano de fundo as experiências da personagem psicanalista Carlo Antonini e os seus pacientes, que vivem na cidade de São Paulo, conta com quatro temporadas, todas disponíveis no serviço de streaming HBO Portugal.

"Nas duas primeiras temporadas, cada episódio era uma história. Uma história de Carlo Antonini com um paciente... ou de alguém com quem ele se encontrava e que não era tecnicamente um paciente, mas acabava por se tornar um paciente. Então, a partir da terceira temporada, as histórias tornaram-se mais importantes: cada paciente ocupava dois episódios seguidos. A terceira temporada foram cinco pacientes em dez episódios e a quarta temporada é igual. Paralelamente a isso, há a história de Carlo Antonini, que começa por se separar da esposa na primeira temporada", começa por explicar Contardo Calligaris, criador da série, ao SAPO Mag.

A aposta conta com cinco histórias inspiradas em acontecimentos reais que Contardo Calligaris recolheu durante encontros com os seus pacientes ao longo dos anos em que trabalhou como psicanalista.

"Esta série ajuda a entender quem é o ser humano hoje em dia e vai ajudar a perceber o que está a acontecer no mundo. Quando parámos para olhar, as pessoas são fascinantes e interessantes... e aos mesmo tempo complexas e complicadas", explica ao SAPO Mag Roberto Rios, responsável pela HBO Latin America.

Em "Psi", Emílio de Mello é o ator que dá vida ao protagonista, Carlo Antonini. "Estou envolvido com esta personagem há quase seis anos e é muito cativante. Acho que ele é um homem que quer muito ajudar as pessoas e é uma pessoa solitária. Tem poucos amigos, embora esses amigos sejam muito importantes. Ele é um herói porque está sempre a pensar nos outros", explica o ator brasileiro.

PSI
créditos: HBO

"Tenho trabalhado com a HBO há alguns anos, mesmo antes de 'Psi'. É sempre um grande prazer. Uma das coisas que mais gosto ao trabalhar com a HBO é que me sinto parte do projeto, sinto-me parceiro. Construímos um trabalho. Nunca conduzem as coisas de forma autoritária, há sempre muito diálogo".

Renata Becker, atriz que veste a pele de Malú na série, acrescenta que a "liberdade que a HBO dá ao Contardo Calligaris é muita". "É uma sorte estar nesta família", frisa.

Para o futuro, a HBO promete continuar a trazer para o serviço de streaming novas histórias. "Temos muitas histórias para contar na América Latina e, neste caso, no Brasil. E durante muitos anos. Temos contadores de histórias e há 15 anos que temos vindo a fazer isso - a cantar histórias para além do formato das telenovelas", frisa Roberto Rios.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.