A Netflix anunciou esta segunda-feira, dia 16 de setembro, que adquiriu os direitos de transmissão da série norte-americana "Seinfeld" a partir de 2021, mais um passo na batalha das plataformas para expandirem os seus catálogos antes do aumento da concorrência.

A Netflix vai perder "Friends" no fim deste ano e "The Office" em 2021, as duas séries mais vistas na plataforma. Os direitos de transmissão digital de "Seinfeld" estão desde 2015 nas mãos de outra plataforma, a Hulu, subsidiária dos estúdios Disney.

O valor da transação não foi divulgado pelas empresas mas sabe-se, por exemplo, que o grupo NBCUniversal desembolsou 500 milhões de dólares para transmitir "The Office" durante cinco anos e que a WarnerMedia USD ofereceu 425 milhões para explorar "Friends", também durante cinco anos.

As séries antigas tornaram-se ativos importantes antes do lançamento, em novembro, de ofertas de vídeo por assinatura da Apple e da Disney, e da WarnerMedia e da NBCUniversal em 2020.

A Sony, que é a proprietária original dos direitos de "Seinfeld", nunca conseguiu fazer com que a sua própria plataforma, a PlayStation Vue, conquistasse o mercado e, portanto, não tinha interesse em recuperar a exclusividade da série.

Além de "Friends" e "The Office", a Netflix também perderá todos os catálogos de "Star Wars", da Pixar e da Marvel, dos quais transmitiu uma parte até agora e que pertencem formalmente à Disney.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.