O último programa das provas cegas do "The Voice Portugal" conquistou mais um um milhão de portugueses e Pedro Gonçalves, o último concorrente, conquistou surpreendentemente um lugar no concurso de talentos da RTP1.

Anselmo Ralph, Aurea, Mariza Liz e Mickael Carreira já tinham as equipas cheias quando Pedro Gonçalves, jovem cantor da Maia, subiu ao palco do "The Voice". "Eu fui ao último do último dia de provas e não fazia a miníma ideia se as equipas estavam cheias ou não. Basicamente, ia às cegas para as provas cegas", conta o concorrente ao SAPO MAG.

Contra todas as regras, Mariza Liz incentivou os colegas mentores a virar a cadeira, assumindo todas as responsabilidades.  "Iris", dos Goo Goo Dolls, foi o tema escolhido por Pedro Gonçalves e que convenceu os quatro cantores.

Pedro Gonçalves

Esta não foi a estreia do jovem no palco do programa de talentos. Em 2014, Pedro apresentou "Give Me Love", de Ed Sheeran, mas não conseguiu convencer os mentores. Apesar disso, a atuação conquistou milhares de portugueses que nas redes sociais demostraram todo o apoio ao concorrente.

Ao contrário da primeira vez, nesta segunda participação, Pedro Gonçalves não se inscreveu no programa. Catarina Furtado, apresentadora do "The Voice Portugal", decidiu surpreender o jovem ao convida-lo a tentar a sua sorte pela segunda vez. "Nunca pensei ter uma surpresa daquelas. É uma coisa que ninguém espera", admite.

"Estava a tremer que nem uma vara. Acho que foi uma grande responsabilidade porque tinha medo de levar outro não - ficamos sempre com esse medo", conta o jovem cantor que soma mais de 13 mil seguidores só no Youtube.

Pedro Gonçalves optou pela equipa da Mariza Liz. "Já tinha ficado mais ligado à Mariza depois da última edição, depois do que ela me disse, do abraço dela... e consegui manter algum contacto. Portanto, tinha de ser ela. Depois, quando ela diz 'eu responsabilizo-me, ficas comigo', não tive mais dúvidas", explica.

Com milhares de seguidores nas redes sociais (15 mil 'gostos' no Facebook; oito mil seguidores no Twitter), Pedro Gonçalves promete continuar a partilhar trabalhos online. "Ter trabalho online é um ponto a teu favor, consegues mostrar que não és apenas um concorrente, que és mais do que isso", conta.

Diogo Piçarra, João Pedro Pais, Tiago Bettencourt, Ed Sheeran e James Arthur são as principais influências de Pedro Gonçalves, jovem que lançou recentemente online o disco "Palavras Não Chegam" e que sonha editar um álbum físico. "Um álbum físico é o que eu quero mesmo. Mas é preciso ter uma grande maturidade", conta.

"A música é um refugio para mim e aquilo que eu mais quero fazer", confessa o concorrente da equipa da Mariza Liz no "The Voice Portugal".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.