O canal BLAZE é a nova casa de "Top Gear", série automóvel que bateu todos os recordes de audiência na BBC - no total, os episódios conquistaram mais de 350 milhões de espectadores. A 27.ª temporada estreou no dia 12 de maio em Portugal e conta com um novo trio de apresentadores: Freddie Flintoff, Paddy McGuiness e Chris Harris.

"O 'Top Gear' está de volta, com um novo e brilhante trio de apresentadores. A temporada 27 da maior série de motores do mundo chega em exclusivo ao BLAZE e junta Chris Harris, o comediante Paddy McGuiness e a lenda do críquete Andrew ‘Freddie’ Flintoff, com uma ajudinha do condutor de corridas conhecido pelas autoridades – e na verdade por todos nós – como Stig", explica o canal em comunicado.

Em conversa com o SAPO Mag, Chris Harris e comediante Paddy McGuiness frisam que a nova temporada é uma "produção de grande escala". "Por exemplo, ir e gravar na Etiópia foi uma aventura incrível. A Etiópia é um país incrível. Ficámos mesmo surpreendidos", confessam, revelando que foi uma das melhores viagens que já fizeram na vida.

Top Gear

"É um bom programa para ver durante este confinamento, para ver sítios onde não podemos ir agora", defende Chris Harris, lembrando que a nova temporada viagem pelo "deserto Etíope, pela floresta de Bornéu, pelas montanhas da Islândia e pelo Reino Unido".

"É uma ótima série para ver em família. Acho que é bom entretenimento: é fascinante ver porque tem uma produção incrível. E é perfeito para o momento que estamos a viver", defende o apresentador.

"Tivemos a sorte de ver alguns locais incríveis, mas, na maior parte das vezes, não conseguimos ficar lá tempo suficiente para aproveitar", lamentam.

Ao SAPO Mag, os dois apresentadores confessam ainda que participar em "Top Gear" é como um sonho, já que são fãs do formato "desde sempre". "Vejo 'Top Gear' desde criança", assume Paddy McGuiness.

O comediante recordou ainda o casting para entrar na série. "Não sei como foi com o Chris, como aconteceu com ele. Mas não foi fácil", conta, acrescentando que no final tudo correu bem. "Foi um processo longo porque havia muita gente a tentar conquistar este lugar", lembra o colega.

"É uma grande pressão fazer parte da série pela sua popularidade. Por exemplo, quando chegámos à Etiópia ou ao Bornéu... nos aeroportos, fomos recebidos por pessoas com brindes ou caixas de chocolates", recordam. "É mesmo uma grande, grande série. Sentimos sempre pressão porque é uma série muito adorada, em todo o mundo. 'Top Gear' é uma grande marca, com milhões de espectadores", acrescentam.

Carolina Godayol, Diretora Geral do The History Channel Iberia, frisa, em comunicado, que "o posicionamento do BLAZE enquanto canal disruptivo, que desafia o convencional, tem vindo a investir fortemente na programação dedicada ao mundo do motor". "Por isso mesmo, este ano, decidimos apostar na série de automóveis mais aclamada e bem-sucedida do mundo. O seu legado de apresentadores brilhantes e carros levados ao limite faz do 'Top Gear' um verdadeiro fenómeno do entretenimento automobilístico que faz todo o sentido morar no BLAZE", defende.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.