O mais recente fenómeno na Netflix que é "365 Dias" vai ter sequela, mas ainda vai demorar.

O filme polaco estreou no dia 7 de junho no serviço de streaming e está há vários dias consecutivos no ranking dos conteúdos mais vistos na plataforma nos EUA, Grã-Bretanha, Portugal e noutros países.

"Lixo" para uns, "pornografia dos ricos" para outros, a história que a Netflix resume como "uma executiva fogosa numa relação sem chama é vítima de um dominador chefe da máfia que a aprisiona e lhe dá um ano para se apaixonar por ele" tem sido comparada pelos espectadores a "As Cinquenta Sombras de Grey".

Ambos são dramas eróticos que exploram o lado mais picante de uma relação, mas as reações mais positivas sublinham que "é melhor" e "mais erótico" do que a história criada por E. L. James.

A obra é inspirada no livro de Blanka Lipinska, mas existem mais dois, "Ten dzień" [Este dia] e "Kolejne 365 dni" [Outros 365 Dias], por isso não admira que os fãs desesperem pelas sequelas.

Embora a Netflix não tenha feito um anúncio oficial, as estrelas Anna Maria Sieklucka (Laura) e Magdalena Lamparska (Olga), confirmaram que o segundo filme vai avançar numa entrevista em polaco em direto no Instagram.

Só que vai demorar: o início da rodagem em agosto nos mesmos locais na Sicília foi adiado, em mais uma consequência das medidas de saúde pública por causa da COVID-19.

"Não vamos conseguir ir para o estrangeiro filmar este ano por causa da pandemia. Têm de ser pacientes  e esperar. Provavelmente vai ser no ano que vem. Não sabemos exatamente quando vamos conseguir começar", explicou Maria Sieklucka, citada pela Newsweek.

"Parou tudo. A situação é semelhante em todos os países. A indústria cinematográfica ficou congelada. Neste momento, seria arriscado para a equipa polaca viajar para outro país, principalmente para a Itália", reforçou Magdalena Lamparska.

VEJA O TRAILER (original em inglês)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.