O filme de animação "Elo", de Alexandra Ramires, foi selecionado para o Festival de Cinema de Toronto, em setembro, no Canadá, revelou hoje (25) a Agência da Curta-Metragem.

Com animação a grafite em papel e sem diálogos, "Elo" é a única produção portuguesa integrada no programa de curtas-metragens do festival, que começa no dia 10 de setembro.

"Elo", com argumento de Alexandra Ramires e da escritora Regina Guimarães, é ainda o primeiro filme da realizadora em nome próprio, depois de ter coassinado "Água mole", com Laura Gonçalves, que soma 19 distinções internacionais.

O Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), codirigido pela programadora portuguesa Joana Vicente, decorrerá em setembro com uma programação reduzida, por causa da covid-19, e virada sobretudo para o 'online', embora tenha alguns eventos presenciais limitados.

Além de "Elo", o festival contará com o filme palestiniano "Gaza, mon amour", dos irmãos Tarzan Nasser e Arab Nasser, com coprodução portuguesa, pela Ukbar Filmes, como anunciado no final de julho.

A longa-metragem de ficção, que se estreará no festival de Veneza antes de chegar a Toronto, foi parcialmente rodada no Algarve e inspira-se numa história verídica ocorrida em Gaza, em 2014, quando um pescador encontrou uma estátua de Apolo no mar.

O TIFF abrirá com "David Byrne's American Utopia", de Spike Lee, a lançar pela HBO, que regista em filme o espetáculo homónimo do músico dos Talking Heads.

Destaque ainda para a inclusão de "One night in Miami", a estreia na realização da atriz Regina King com um filme sobre o pugilista Muhammad Ali, "Quo vadis, Aida", de Jasmila Zbanic, e "A suitable boy", de Mira Nair, escolhido para encerrar o festival.

Foi ainda selecionado "Casa de Antiguidades", do brasileiro João Paulo Miranda Maria.

O compositor norte-americano Terence Blanchard, nomeado para o Óscar e seis vezes vencedor de Grammys, também vai ser distinguido este ano com o prémio Variety Artisan, para a área do entretenimento, em Toronto, cerca de uma semana depois de ter recebido o prémio Campari Passion, do Festival de Veneza, que se realiza nos dias 02 a 12 do próximo mês.

Em tempos de pandemia da covid-19, que afetou o calendário dos festivais de cinema e toda a indústria cinematográfica, o TIFF juntou-se a outros eventos de outono, nomeadamente os festivais de Veneza (Itália), Telluride e Nova Iorque, nos Estados Unidos, num esforço colaborativo para a estreia conjunta do filme "Nomadland", de Chloe Zhao.

O 45.º Festival Internacional de Cinema de Toronto decorre de 10 a 19 de setembro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.