A notícia foi avançada esta madrugada pelo site do jornal La Repubblica, mas a confirmação chegou através do canal norte-americano HBO.
James Gandolfini, que ganhou três Emmys e um Globo de Ouro pelo seu papel na série
«Os Sopranos», foi vítima de um ataque cardíaco, de acordo com os sites de Internet Variety e TMZ.

«Temos a imensa dor de anunciar que nosso cliente, James Gandolfini, morreu hoje quando se encontrava de férias em Roma», confirmaram os agentes do ator Mark Armstrong e Nancy Sanders.

As homenagens começaram de imediato a espalhar-se pelas redes sociais, como a da atriz
Susan Sarandon, que postou no Twitter: «muito triste perder James Gandolfini. Um dos atores mais doces, engraçados e generosos, com os quais eu já trabalhei. Envio as minhas orações para sua família».

«Estou de coração partido de saber que o James Gandolfini faleceu. Ele é um dos meus atores favoritos de todos os tempos, é uma trágica perda», disse
Jonah Hill também no Twitter. Já o ator
Steve Carell qualificou a notícia como «inacreditavelmente triste».

Segundo o site TMZ, o ator estava na Itália para o Festival de Cinema de Taormina, na Sicília e participaria este fim de semana numa mesa-redonda com o realizador italiano
Gabriele Muccino.

Gandolfini teve uma longa carreira cinematográfica antes de se tornar mundialmente conhecido por seu papel como Tony Soprano, um mafioso depressivo na série «Os Sopranos» (1999-2007).

Na lista de filmes onde participou estão títulos como
«Amor à Queima-Roupa» (1993),
«Jogos Quase Perigosos» (1995),
«A Mulher das Nossas Vidas»(1997),
«8 MM» (1999),
«O Barbeiro» (2001),
«A Mexicana» (2001),
«Assalto ao Metro 123»,
«Corações Perdidos» e
«Extremamente Alto, Incrivelmente Perto».

Como produtor, James Gandolfini participou em séries de televisão como «Hemingway & Gellhorn», realizada para a HBO, com a participação de
Clive Owen e
Nicole Kidman.

Nascido em New Jersey, Gandolfini começou a carreira no teatro de Nova Iorque, fazendo a sua estreia na Broadway em 1992, com o revival de «Um Elétrico Chamado Desejo», ao lado de
Jessica Lange e
Alec Baldwin.

Interpretou também o papel de diretor da CIA no filme
«00h30 A Hora Negra» e participou já este ano na comédia «The Incredible Burt Wonderstone», naquele que ficará para a história como o seu último papel no cinema.

Trompetista e saxofonista amador, Gandolfini inspirou-se na carreira de
Robert de Niro para se tornar ator.

Deixa para trás a mulher, Deborah Lin, com quem se casou em 2008, e o filho Michael, que teve com a primeira mulher, Marcy Wudarski.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.